Eleições 2018: Em Salvador, governador Rui Costa recebe bênçãos no Santuário de Irmã Dulce e pede paz

governador Rui Costa recebe bênçãos no Santuário de Irmã Dulce e pede paz.

governador Rui Costa recebe bênçãos no Santuário de Irmã Dulce e pede paz.

“Fiz questão de caminhar ao lado do povo nos quatro cantos da Bahia nessas sete semanas de campanha. Hoje, a caminhada no Bonfim teve uma emoção especial. Foi também o momento de agradecer a Deus pelo carinho que tenho recebido dos baianos. Também peço a Deus que o próximo domingo seja de paz na Bahia e no Brasil. Vamos colocar o país no mesmo ritmo de correria da Bahia, com desenvolvimento e inclusão, votando 13 também para Fernando Haddad presidente”. Assim o governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, encerrou a caminhada na Cidade Baixa. Em meio à multidão que o acompanhou, Rui recebeu dos jovens demandas para os próximos quatro anos e fez questão de visitar o santuário de Irmã Dulce, onde recebeu a benção do frei Giovanni Messias.

Para os jovens, Rui garantiu que a proposta maior é fazer a marca de seu segundo mandato na área de educação, com foco na inclusão da juventude. Incluídas no Programa de Governo Participativo (PGP 2018), construído com contribuições de mais de 40 mil baianos de todos os cantos da Bahia, ações que priorizam a formação e geração de oportunidades para inclusão dos jovens. Programas como o Primeiro Emprego, que beneficia egressos e estudantes da educação profissional e tecnológica, com melhores resultados, e já selecionou 6.350 jovens para postos em Salvador e municípios do interior. Também o Mais Futuro e o Partiu Estágio, respondendo ao binômio educação-trabalho.

Demanda registrada também no corpo a corpo proporcionado pela visitação a 137 cidades do interior, além das atividades na capital, Rui alerta para a importância de oferecer cursos profissionalizantes e de capacitação de todos os tipos e temas, em cada um dos 417 municípios, de acordo com as vocações de cada região. Nos últimos quatro anos, o programa Educação para Transformar investiu em novos projetos como as Escolas Culturais, que proporcionam o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do território de identidade onde está inserida.

A caminhada de hoje foi a sétima realizada em Salvador. Nas sete semanas, liderou atos de campanha na Liberdade, Cajazeiras, Uruguai, Subúrbio Ferroviário e Boca do Rio. Amanhã (05/10/2018), a correria pelo interior da Bahia vai acontecer de novo. Descanso só com o fim da caravana, após passagem por Monte Santo, Euclides da Cunha, Tucano e Araci. Mas a correria não pode parar.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).