+ Manchetes >

Eleições 2018: Vereador de Feira de Santana tece críticas ao PT

Cadmiel Pereira: o PT é isso, é engano.

Cadmiel Pereira: o PT é isso, é engano.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (23/10/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Cadmiel Pereira (PSC) repercutiu a informação de que o presidenciável Fernando Haddad recebeu uma bíblia e em seguida a descartou no lixo. O vereador aproveitou o tempo na tribuna para afirmar que mesmo após derrota nas urnas, o ex-prefeito José Ronaldo continua trabalhando.

“Dizem que o Estado é laico e ele é laico, isso foi defendido pela Reforma Protestante. Mas, isso não significa que o povo é ateu ou à toa. Pensamos que a política não pode estar enveredada com a religião, mas também não podemos deixar de entender que o povo tem sua história, cultura, religião e fé e isso deve ser respeitado porque é sagrado”, pontuou Cadmiel.

E passou a repercutir a informação de que o candidato do PT à Presidência da República recebeu uma bíblia e a descartou no lixo. “Vimos recentemente uma questão, que até a justificativa ficou difícil: um cidadão entregou ao candidato Haddad uma bíblia e depois do evento a bíblia foi encontrada por ele no lixo. Em um vídeo, o candidato à Presidência da República afirmou que alguém roubou o livro sagrado. Como recebe um presente que conseguiu desaparecer da mão de quem o recebeu? E ainda quis dizer para a nação brasileira que a bíblia foi roubada em um evento do PT por um candidato do PSL”, relatou.

Cadmiel repercutiu também o fato de uma militante do PT, que se diz ateia, ter ido à uma missa. “Tentaram agora no 2º turno, transformar uma militante do PT em cristã, porque estava sendo criticada por ser ateia. Depois mostram ela em uma missa recebendo hóstia. Você não precisa ter uma religião para ser Presidente da República, pois o Estado é laico e vai governar para todos”, disse.

E criticou o Partido dos Trabalhadores. “Para de não ter justificativa, de não ter conteúdo, está morto. O PT é isso, é engano. O PT não se reinventou, quebrou os movimentos sociais. Estão todos dentro dos cargos. O PT precisa entender que o partido acabou e precisa voltar a ser o que era: representante de movimentos sociais”, avaliou.

José Ronaldo

Ainda no uso da tribuna, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) afirmou que o ex-prefeito José Ronaldo tinha um nome que estava sendo trabalhado para sair candidato a governador, mas ter desistido ele teve que encarar o pleito.

“José Ronaldo já tinha uma pessoa trabalhando para ser governador, mas desistiu quando o tempo já estava curto e mesmo assim Ronaldo teve coragem, assumiu a disputa do cargo e foi até o fim da campanha. Se Ronaldo fosse o candidato a tempo, há dois anos e fosse apoiando por Bolsonaro, seria tudo diferente. Mas, ele não desistiu, me garantiu que continuará trabalhando”, findou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]