Eleições 2018: Eduardo Leite é eleito governador do Rio Grande do Sul

Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite foi eleito governador do Rio Grande do Sul.

Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite foi eleito governador do Rio Grande do Sul.

O candidato Eduardo Leite (PSDB) venceu a disputa para o governo do Rio Grande do Sul, com 53,3% dos votos válidos. O atual governador José Ivo Sartori (MDB) ficou com 46,7% dos votos.

Até agora foram apurados 94,94% das urnas. Os votos brancos somam 4,38% e os nulos, 9,47%. A abstenção está em 18,89%.

Com 33 anos de idade, Eduardo Leite é o governador mais jovem eleito neste pleito de 2018.

Perfil

O futuro governador obteve 35,9% dos votos no primeiro turno. Com discurso de renovação na política, foi eleito em 2012 o mais jovem prefeito de Pelotas, onde também exerceu mandato de vereador. Nas eleições municipais de 2016, decidiu não concorrer à reeleição e lançou a candidatura de sua vice.

Ao concluir o mandato de prefeito, foi para o exterior estudar, mas voltou ao país para assumir a presidência estadual do PSDB, quando passou a percorrer o estado e fazer reuniões. Eduardo Leite tem 33 anos e é formado em Direito.

Candidato derrotado

O atual governador do Rio Grande do Sul obteve 31,11% dos votos no primeiro turno. Ivo Sartório iniciou sua carreira política no movimento estudantil e desde 1976 acumula cargos eletivos, sempre pelo MDB (antigo PMDB), ao qual é filiado desde 1974.

Foi vereador e prefeito de Caxias do Sul. Exerceu cinco mandatos consecutivos de deputado estadual e chegou à presidência da Assembleia Legislativa. Foi deputado federal, mas renunciou na metade do mandato para assumir a prefeitura de Caxias do Sul.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).