+ Manchetes >

Eleições 2018: Deputado federal do Democratas diz que Jair Bolsonaro é um saco vazio e um louco que defende massacre de pessoas; “não vamos pedir para o povo ser desinteligente e votar nele”, diz; Confira vídeo

Elmar Nascimento: Não vamos exigir do povo brasileiro que vote em louco como Jair Bolsonaro e jogar o Brasil em um abismo. Não vamos pedir para o povo ser desinteligente e votar nele.

Elmar Nascimento: Não vamos exigir do povo brasileiro que vote em louco como Jair Bolsonaro e jogar o Brasil em um abismo. Não vamos pedir para o povo ser desinteligente e votar nele.

Em entrevista ao radialista Mário Kertész, na Rádio Metrópole FM de Salvador, o deputado federal Elmar Nascimento (DEM/BA) diz que conhecer o deputado federal e candidato a presidente da República Jair Bolsonaro (PSL/RJ) e que o avalia candidato como “um saco vazio”.

“O Bolsonaro é uma espécie de voto de protesto e o eleitor se comporta de uma forma que, se Bolsonaro fosse candidato ao Parlamento, seria o mais votado do Brasil. Agora, para votar ao Executivo, as pessoas querem saber das ideias, querem saber da economia. […] Bolsonaro é como se fosse um saco vazio. Não tem condições de vir aqui ser entrevistado por você. Não podemos jogar o Brasil no abismo. Se você tiver uma pessoa tipo Haddad e Bolsonaro disputando o segundo turno, a eleição é do PT. A gente não vai exigir do cidadão brasileiro que seja desinteligente e deixe de votar em alguém que, por mais que a gente discorde da ideologia, para votar em um louco [como Jair Bolsonaro]”, afirmou Elmar Nascimento, em entrevista à Rádio Metrópole, concedida em 20 de julho de 2018.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).