Eleições 2018: Centrão planeja mudar de nome, projeta fusão e continuidade de estratégia no Congresso Nacional

Centrão planeja mudar de nome, projeta fusão e continuidade de estratégia no Congresso.

Centrão planeja mudar de nome, projeta fusão e continuidade de estratégia no Congresso.

Foram 22 deputados a menos após o resultado das urnas, mas o Centrão, coalização formada pelo DEM, PRB, Solidariedade, PP e PR, considera continuar unido e se manter força atuante no Congresso em 2019. Entre as primeiras estratégias está reeleger Rodrigo Maia para a presidência da Câmara. A partir daí o grupo pensa em mudar de nome.

A ideia é se juntar a partidos como o MDB, o PSDB e o PSD e criar uma coalizão maior, que preze pela “responsabilidade e sensatez”, em referência à “marcha da insensatez” mencionada por Fernando Henrique Cardoso em carta enviada a candidatos de centro há três semanas. A possibilidade de fusões entre os partidos também não está descartada. A criação de um superpartido é possibilidade aventada desde maio entre a cúpula das siglas e foi formalmente discutida entre o presidente do DEM, ACM Neto, o secretário-geral do PSDB, Marcus Pestana e o próprio Rodrigo Maia. A estratégia — além de dar mais voz aos parlamentares em decisões importantes — também faz engordar o fundo partidário (mesmo motivo pelo qual Marina já considera fundir a Rede ao PPS).

O novo nome do Centrão ainda não está na mesa. Oficialmente, os partidos se recusaram a comentar as negociações.

*Com informações da Sputnik Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]