Eleições 2018 – Bahia: José Ronaldo diz que o importante no domingo é derrotar o PT

José Ronaldo de Carvalho.

José Ronaldo de Carvalho.

“Domingo eu vou votar para derrotar o PT e eu estou vendo no Brasil um desejo de mudança. E esse desejo de mudança na Bahia e no Brasil é Bolsonaro”.  Esta frase do candidato José Ronaldo (DEM), dita ontem à noite em suas considerações finais no debate realizado pela TV Bahia, foi complementada em uma entrevista realizada com jornalistas ainda nas instalações da TV Bahia. “Todos sabem que o candidato da minha coligação é Geraldo Alckmin, mas se eu precisar dos votos de Bolsonaro  para derrotar o PT, esses votos serão bem-vindos”.

José Ronaldo disse ainda que fez carreatas em Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Itabuna e Ilhéus e os eleitores de Bolsonaro sempre têm participado dessas carreatas. “Não tenho a menor dúvida de que, se eleito, Bolsonaro terá mais capacidade do que Haddad, pois Haddad não conseguiu ser reeleito como prefeito de São Paulo, ficando em terceiro lugar, perdendo para votos brancos e nulos. É portanto  incompetente e não tem condição de ser Presidente da República”.

Bastante aguerrido, José Ronaldo foi considerado o grande destaque do debate, trazendo uma série de indicadores sobre a Bahia que deixaram em má situação o candidato  e atual governador Rui Costa (PT).

Pela ordem de um sorteio realizado previamente com assessores dos candidatos, coube a José Ronaldo  iniciar o debate. E o candidato do DEM pediu logo de início explicações a Rui Costa para aquilo que chamou de “epidemia de violência no estado da Bahia”, argumentando que o PT nada falou sobre segurança pública no horário eleitoral. “É como se o problema não existisse. Mas todo mundo tem uma pessoa na família ou alguém conhecido que já foi assaltado”, disse José Ronaldo.

Rui Costa respondeu que segurança é um desafio e que era preciso mudar a lei criminal no Brasil. Respondeu também que contratou 6500 novos policiais militares e civis.

José Ronaldo então esclareceu que, até no debate, o governador continua querendo fazer propaganda. “A Bahia é o estado mais violento do Brasil, com mais de 7 mil assassinatos. E a realidade é que os policiais nomeados foram contratados para substituir os que foram aposentados e os veículos comprados substituíram os que não têm mais condição de uso. São 550 milhões gastos com propaganda no estado e é por isso que falta dinheiro para abastecer os carros da polícia”.

Rui voltou atrás nos números. “Nós contratamos 6500 policiais e se aposentaram quatro mil policiais”, reconheceu. “Portanto, temos um saldo positivo de dois mil e quinhentos policiais”.

José Ronaldo citou várias vezes a delação premiada do ex-ministro do PT Antônio Palocci, segundo o qual 1 bilhão e 400 milhões de reais foram desviados para a campanha de Dilma e Temer. “Tudo que a gente pergunta ao governador, ele foge do assunto. Estou vindo das ruas. Alckmin é anti-PT, Bolsonaro é anti-PT. Eu vou derrotar o PT no domingo”, enfatizou José Ronaldo.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]