Eleições 2018 – Bahia: Adesão do PHS ao governo Rui Costa e apoio a Fernando Haddad para presidente da República provoca ruptura no partido

Cláudio Silva anunciou que vai deixar o PHS e lamentou o fato do presidente estadual da legenda ter aderido ao governo Rui Costa. “Júnior Muniz integrava os quadros da Prefeitura de Salvador”, disse.

Cláudio Silva anunciou que vai deixar o PHS e lamentou o fato do presidente estadual da legenda ter aderido ao governo Rui Costa. “Júnior Muniz integrava os quadros da Prefeitura de Salvador”, disse.

Coordenador do movimento pró-bolsonarista ‘Seu Voto Muda o Brasil’ e candidato a deputado federal não eleito no pleito de 7 de outubro de 2018, o ex-capitão Cláudio Silva anunciou que se desfiliará do PHS, em decorrência da adesão do partido ao governo Rui Costa e apoio a Fernando Haddad à presidente da República. A decisão pela adesão do partido ao projeto petista coube a Júnior Muniz, presidente estadual do PHS.

Ao avaliar a posição do presidente do PHS, Cláudio Silva arguiu que “Júnior Muniz traiu a proposta de combater o PT na Bahia. Fui convidado para ingressar no PHS por Júnior Muniz. A nossa aliança, inclusive, foi fechada no gabinete e com a presença e aval do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis. Recentemente, inclusive, Júnior declarou que apoiaria Bruno Reis numa eventual candidatura a prefeito”.

“Júnior Muniz me convidou para uma frente antipetista e agora, tão rápido, depois do resultado das eleições no estado, mudou de lado. Ele, inclusive, integrava o quadro de cargos comissionados da Prefeitura de Salvador”, comentou Silva.

“Júnior Muniz devia ter a integridade de honrar os votos que recebeu. Pois ele foi eleito integrando um movimento anti-PT.”, criticou Silva.

“Eu estou nas trincheiras contra o projeto nacional do PT de eleição de Haddad. O PT vendeu ao Brasil um sonho e entregou um pesadelo”, disse Silva. De acordo com ele, assim como outras lideranças pró-Bolsonaro na Bahia, o  foco total é a eleição do candidato à presidente da República, líder nas pesquisas de intenção de voto no segundo turno.

“Bolsonaro ganhou em todas as regiões no primeiro turno. Menos no Nordeste. Vamos reverter isso. Mostrar às pessoas que o Nordeste tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil e isso continuou após os governos de Lula e Dilma”, frisou Silva.

Segundo o político, no primeiro turno das eleições de 2018, o ‘Movimento Seu Voto Muda o Brasil’ organizou atos pró Bolsonaro com a presença de milhares de pessoas na Barra, em Salvador.

Outras defecções

Na sexta-feira (12/10/2018), o vereador Téo Senna, da base do prefeito ACM Neto, anunciou que deixará o PHS. O secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Isnard Araújo, também deverá deixar o partido.

Também são vereadores do partido em Salvador Igor Kannário, eleito em 2016 com o apoio de ACM Neto, Fábio Souza e Cátia Rodrigues.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).