Cia Baiana de Patifaria remonta o espetáculo A Vaca Lelé em Salvador

Cena do espetáculo 'A Vaca Lelé'.

Cena do espetáculo ‘A Vaca Lelé’.

“Um musical para todas as idades” este é o subtítulo do infanto-juvenil A Vaca Lelé, espetáculo da Cia Baiana de Patifaria que volta a cartaz de 13 de outubro a 4 de novembro de 2018, no Teatro Módulo, com sessões aos sábados e domingos, às 16 horas. A montagem, que se comunica com espectadores de diferentes gerações, será relançada, em sua quarta versão desde 2001, com novo elenco – Lelo Filho, Marcos Barreto, Mário Bezerra e Rodrigo Villa, que estão em cena também em A Bofetada e darão vida a vaquinha Matilde, a Mosca, a Cigarra, o Vaga-Lume, o Pardal, a Galinha, o Touro e o Espantalho.

A remontagem de A Vaca Lelé marca o reencontro dos diretores Lelo Filho e Fernanda Paquelet, que juntos também assinaram a direção de outra montagem da Cia, Capitães da Areia, baseada na obra de Jorge Amado, em 2002. Escrita pelo premiado autor paulista Ronaldo Ciambroni, o musical infantil tem trilha sonora original especialmente composta pelo músico André Rangel, cenário de Maurício Pedrosa e figurinos assinados por Miguel Carvalho.

Concorrente ao Prêmio Braskem, em 2002, na categoria Melhor Espetáculo Infantil, A Vaca Lelé trata de temas como a liberdade e a cultura da não violência. O espetáculo discute ainda o ideal de todo homem – a realização de seus sonhos – contando a estória de Matilde, uma vaquinha que sonha em ter asas e voar para conhecer outros lugares. Cada personagem em cena apresenta à vaquinha Matilde, também chamada de Lelé, um novo sentimento e uma nova experiência.

“Diferente dos produtos midiáticos produzidos para o universo infanto-juvenil, que são muito violentos ou sexualizados, nosso espetáculo busca divertir, mas também proporciona e estimula a reflexão sobre os perigos da intolerância com o que é diferente ou desconhecido”, explica Lelo Filho.

O sonho de Matilde em voar é utilizado metaforicamente para falar dos aprendizados de uma criança ao descobrir sentimentos como o medo, a felicidade e a amizade. Matilde é uma vaquinha que veio de longe e adora conviver com um espantalho esquecido no meio da seca e todos os estranhos e interessantes bichos que aparecem lhe revelando novas emoções e o mais primordial dos sentimentos: ter a liberdade para fazer seu próprio destino.

Na concepção da Cia, o pano de fundo é o sertão com sua dura realidade e, ao mesmo tempo, a simplicidade e a força do povo nordestino. O cenário é extremamente prático para montagem e desmontagem.

A elogiada trilha sonora de André Rangel, que teve importante colaboração do repentista Bule-Bule, tem forte conexão com ritmos do interior brasileiro, incluindo citações à cantora Dalva de Oliveira, que é homenageada pela Cigarra, personagem que é professora de canto, em contraponto com ritmos urbanos como o rock, cantado pela Mosca, personagem que retrata o submundo.

“A escolha do texto pela Cia se deve ao extremo bom humor de sua estória e a uma forte necessidade de que o movimento teatral se dedique com especial atenção à formação da plateia do futuro. A montagem nas versões de 2001, 2003 e 2006 despertou grande curiosidade também entre os adultos e acabou agradando pais e professores que levaram seus filhos e alunos ao teatro”, pontua Lelo Filho.

Além das sessões aos finais de semana, serão realizadas apresentações dentro do Projeto Arte e Educação, com sessões para escolas, como a Cia Baiana já vem realizando com Fora da Ordem. A Vaca Lelé tem como foco principal contribuir na formação de uma nova plateia crítica e consciente através do espectador infantil, nosso cidadão do futuro.

Cia

Com mais de 30 anos nos palcos, a Cia Baiana de Patifaria tem um repertório de 8 montagens e um trabalho voltado a pesquisar vários gêneros teatrais entre a comédia em Abafabanca, A Bofetada, Noviças Rebeldes, 3 em 1 e Siricotico, o drama em Capitães da Areia e Fora da Ordem e o universo infanto-juvenil quando estreou, em 2001, A Vaca Lelé, sucesso que levou mais de 30.000 pessoas aos teatros aonde foi apresentado.

Agenda

O quê: A Vaca Lelé – Um musical para todas as idades

Quando: 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de outubro, 3 e 4 de novembro – sábado e domingo, às 16 horas

Onde: Teatro Módulo

Endereço: Avenida Prof. Magalhães Neto, 1177 – Pituba, Salvador

Recomendação etária: livre

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]