Prosa Jurídica discute reformas trabalhista e previdenciária na FTC Feira de Santana

III Prosa Jurídica do curso de Direito da FTC Feira de Santana.

III Prosa Jurídica do curso de Direito da FTC Feira de Santana.

Juízes, professores, advogados, estudantes e até lideranças políticas. Uma reunião com essa diversidade profissional entre os participantes só poderia resultar em uma longa e produtiva conversa. Ou melhor, prosa. A III Prosa Jurídica do curso de Direito da FTC Feira de Santana aconteceu na noite de segunda-feira (03/09/2018), no Auditório Professora Terezinha Mamona, que ficou pequeno para o grande público participante.

Os palestrantes convidados, três ao todo, foram recebidos em alto estilo pelos estudantes do 10º semestre do curso, responsáveis pela organização e realização do evento, além da coordenadora do colegiado, professora Geruza Gomes. Na pauta das discussões durante a noite, os impactos gerados pelas reformas trabalhista e previdenciária no dia a dia dos trabalhadores e das empresas.

“Um tema de relevância, não somente para o meio jurídico, mas para todas as áreas do conhecimento”, disse a professora Marcly Amorim Pizzani, diretora adjunta da unidade, na abertura oficial da Prosa, cuja programação começou já à tarde, com a realização de minicursos. Ela ressaltou que o entendimento da FTC é que o conhecimento não é construído apenas em sala de aula. “Essa é a nossa essência”, frisou.

As discussões foram iniciadas pelo juiz federal Robson Silva Mascarenhas, que destacou a importância dos convênios firmados pela Instituição com os juizados especiais para atuação dos estudantes. E ele começou com uma advertência: “O direito não pode ser reduzido a normas e leis”. O juiz afirmou que a reforma tem que ser qualitativa e lembrou que ainda que a Previdência Social, do jeito que está, “nasceu no século passado”.

As implicações das reformas trabalhista e previdenciária foram abordadas também pelos advogados Eusébio de Oliveira Carvalho Filho e José Henrique Brito Martins, que dividiram a mesa com os professores Felipe Ortiz de Moraes e Cristine Emily Santos Nascimento, especialistas em Direito Tributário e Direito Previdenciário, respectivamente, e orientadores do projeto. Na condução dos trabalhos, os graduandos Gleydson Barbosa Soares e Jéssica Rodrigues.

A Prosa Jurídica, em sua terceira edição, contou com a presença do deputado estadual Ângelo Almeida e da senadora e ex-prefeita de Salvador Lídice da Mata. Ela parabenizou a iniciativa dos alunos e, sobre a reforma trabalhista disse que não cumpriu a função que teria, a retomada do emprego. “As mulheres e os jovens foram os mais prejudicados nesta legislação que retirou inúmeros direitos, precarizando as relações de trabalho”.

Na avaliação da professora Geruza Gomes, o evento superou todas as expectativas, tanto em número de participantes quanto em conteúdo. O nível das palestras, que tem se tornado característica dos eventos não somente do curso de Direito, como de outras áreas, também foi destacado pela coordenadora do colegiado, que ressaltou o compromisso dos estudantes para viabilizar a realização da Prosa Jurídica.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]