Vereador tece críticas a secretário municipal de Feira de Santana e Viabahia

Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): é preciso entender que estamos numa nova gestão, e o secretário preguiçoso não quer trabalhar.

Isaías dos Santos (Isaías de Diogo): é preciso entender que estamos numa nova gestão, e o secretário preguiçoso não quer trabalhar.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (26/09/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Isaías dos Santos (PSC) teceu críticas a um secretário municipal e a Viabahia.

“Ontem, este vereador esteve ausente, pois estava na comunidade do Feira X participando e fiscalizando a realização de um mutirão de limpeza no bairro, solicitado por mim. Na ocasião estavam presentes o prefeito, secretários, diretores e população, que aproveitou para cobrar melhorias ao gestor. Fico feliz e me sinto honrado pela confiança e credibilidade dada a mim pelo povo. Eu me sinto empregado do povo, pois é quem me paga, assim também os secretários e prefeito estavam lá como empregados, pois são pagos pelo povo”, pontuou Isaías.

E continuou. “Nós, políticos, estamos à disposição do povo. Teve um secretário que me mandou sugestas através de mensagens pelo WhatsApp porque eu solicitei que ele trabalhasse em prol do povo. Quero dizer a este cidadão que este prefeito quer fazer história em Feira, quer seguir a mesma linha de trabalho de seu pai. É preciso entender que estamos numa nova gestão, e o secretário preguiçoso não quer trabalhar”, criticou.

O edil disse mais que usa a tribuna da Casa para responder às mensagens do secretário. “Sei que os professores que aqui estão são um canal de informação. Nós, vereadores, somos porta vozes da sociedade. Se algo não está acontecendo a culpa é do secretário que não está executando o trabalho, pois o prefeito não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Por isso, não justifica estarmos apanhando da comunidade porque um preguiçoso não está atuando. Eu trabalho e não sou preguiçoso, valorizo o que eu ganho através do salário pago pelo povo”, disparou.

Em aparte, o vereador Antônio Carlos Passos Ataíde (Carlito do Peixe, DEM), pediu que Isaías revelasse o nome do secretário.  Em resposta, Isaías se negou a revelar. “Não precisa. A carapuça só pega para quem é secretário preguiçoso. Não vou dizer o nome para não acharem que estou usando este momento para fazer politicagem”, analisou.

Viabahia

Ainda no uso da tribuna, Isaías criticou os serviços prestados pela concessionária Via Bahia. “Tenho cobrado nesta Casa muito da Viabahia e quero pedir apoio aos deputados estaduais, pois não justifica pagar R$ 5,10 de pedágio em uma via que não teve obras concluídas. Isso é um assalto”, afirmou.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) parabenizou o colega pelo discurso e informou que sua assessoria jurídica já deu entrada em uma ação judicial com o objetivo de suspender a cobrança de pedágios da Viabahia. “Não tem como as pessoas pagarem tanto pedágio, IPVA e ter rodovias sem benefícios. Certamente a justiça suspenderá”, informou.

De volta com a palavra, Isaías reclamou mais da falta de iluminação na região do Bairro Feira X e mediações do Hospital Geral Clériston Andrade. “Quem se acidentou ali na BR 116 foi por falta de sinalização e iluminação. Quantas pessoas vão precisar morrer para a Via Bahia cumprir sua responsabilidade? Já encaminhei um ofício para Brasília e a ANTT já autorizou fazer a publicação da rodovia e a abertura do Bairro Viveiros”, findou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]