+ Manchetes >

Feira de Santana: vereador repercute discurso de Edvaldo Lima

José Menezes (Zé Filé): vereador precisa defender o povo e não ficar refém de governo por conta de empregos.

José Menezes (Zé Filé): vereador precisa defender o povo e não ficar refém de governo por conta de empregos.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (11/09/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) repercutiu o discurso do colega Edvaldo Lima (PP), quando afirmou que alguns colegas vereadores foram eleitos através da promessa de emprego.

“Talvez o colega tenha sido correto quando afirmou que foi eleito pela Igreja, enquanto outros vereadores se elegeram através de empregos, de mais de 300 empregos. Quero falar para vocês eleitores: tenham muito cuidado com estes vereadores que têm 300, 400 empregos. Vereador precisa defender o povo e não ficar refém de governo por conta de empregos. O Ministério Público precisa estar atento a esta informação”, pontou Filé. Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) disse ser vereador independente.

O edil repercutiu ainda o descredenciamento de 46 PSFs de Feira de Santana. “Foi por isso que os PFSs foram descredenciados e ninguém aqui falou nada. É por isso que a saúde está como está. Foram descredenciados por falta de competência de que os gerencia”, relatou.

Zé Filé disse ser quase impossível vereador que tem cargos no Governo Municipal defender o povo. “Não tenho emprego, não quero e fui eleito sem emprego. Fui eleito para defender o povo e aqueles que têm seus empregos não têm liberdade de defender o povo. Cadê que defendem os cooperados que não recebem 13º salário? Se eles falarem, os cargos são demitidos”, avaliou.

Para finalizar, o vereador disse que continuará cobrando ações do Executivo. “Estou aqui para fiscalizar e cobrar. Para onde foi o dinheiro arrecadado com o estacionamento da Expofeira? Com os descredenciamentos dos PSFs deixaram de arrecadar mais de R$ 50 milhões. Vou continuar discutindo este assunto, pois sou vereador do povo e não do prefeito”, findou.

João dos Santos critica discurso de José Menezes

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (11), na Câmara Municipal, o edil João dos Santos (João Bililiu, PPS) disse não concordar com o pronunciamento do colega José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS).

“Peço desculpas aos senhores pelo pronunciamento do meu amigo Zé Filé. Acho lindo quando vou ao circo e vejo o palhaço. Passou 20 anos mamando nas tetas e depois quando as tetas estão secas não serve para mais nada. Tenho certeza que falar é fácil, mas vivenciar o dia a dia é difícil”, pontuou Bililiu.

Para finalizar, o vereador comparou a posição política de Zé Filé a um casamento. “Portanto, tenho convicção de que ninguém aceita palavras bonitas. Passou 20 anos vivendo bem e agora está criticando. É como um casal que depois de 20 anos resolve se separar. O colega está pregando uma propaganda que não é verdade”, findou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]