Eleições 2018: Time do Correria comemora audiência nas redes sociais na internet; governador Rui Costa busca ampliar interlocução com a juventude

Rui Costa, Angelo Coronel e Jaques Wagner usar redes sociais na internet, com a finalidade de ampliar interlocução com jovens.

Rui Costa, Angelo Coronel e Jaques Wagner usar redes sociais na internet, com a finalidade de ampliar interlocução com jovens.

A importância de ter um time unido, remando na mesma direção, com Jaques Wagner e Angelo Coronel se juntando a Otto Alencar pra ajudar a Bahia, foi a síntese da postura de Rui Costa, governador candidato à reeleição, na estreia do programa Pra quebrar a internet #TimedoTrabalho ao vivo no Face, lançado hoje à noite (05/09/2018), na página oficial de Rui Costa no Facebook. “Não tem sido fácil com essa crise, o vento soprando contra, mas eu me sinto orgulhoso e desafiado a manter a população no centro das decisões, e fazer ainda mais, agora remando junto com Wagner, Coronel e Otto”, destacou Rui. No Facebook, até as 22h30, a transmissão alcançou mais de 55 mil pessoas, com 5,3 mil comentários, 2,1 mil reações e 724 compartilhamentos.

Um bate-papo informal entre o “trio nordestino”, como Wagner apelidou os parceiros de chapa majoritária, e os internautas, mediado pela internauta Fernanda Silva, manteve online temas como saúde, infraestrutura, segurança pública, educação e gestão pública. Na esteira da informalidade, Rui mandando um prometido beijo para as filhas Marina e Malu, que “prometeram dar um like”, brincadeiras com a recente indisposição do candidato Angelo Coronel, que “não conseguiu acompanhar a correria de Rui”, e troca de amabilidades e elogios, entendida em quem mede o convívio político em décadas. “Rui é um popstar, não sei como ainda não teve uma distensão de tantas selfies que tira por aí”, brincou Coronel.

Com Wagner, que também comprova o favoritismo petista na disputa do legislativo, com as pesquisas indicando preferência dos baianos no Senado, Rui deixou clara a parceria construída desde os tempos de sindicalistas no Polo Petroquímico. Para o candidato à reeleição, o fato de a Bahia ter conseguido, mesmo em meio à profunda crise econômica e política, manter equilíbrio das contas públicas e ocupar segunda posição no ranking nacional de investimentos, atrás apenas de São Paulo, deveu-se também ao trabalho iniciado por Wagner, desde 2007.

“O que fizemos na Bahia é muito fruto do que Wagner começou, e ele teve mais sorte que eu, pois governou oito anos com o governo federal a favor, quatro anos com Lula”, referendou Rui. E emendou alinhando a performance do partido no executivo estadual ao conjunto de princípios que fundamentam a presença do número 13 nas urnas desde 1989, com a primeira eleição direta para presidente. “O povo brasileiro quer ser feliz de novo, tem saudade das ideias inspiradas no Lula, e quer Lula livre no coração de todos nós, e ele é o 13”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]