Eleições 2018: Pesquisa CNT/MDA aponta empate técnico entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad; candidato do PT apresenta trajetória ascendente

Relatório da pesquisa CNT/MDA de intenção de voto para presidência da República, divulgada em 30 de setembro de 2018, apresenta empate técnico entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad.

Relatório da pesquisa CNT/MDA de intenção de voto para presidência da República, divulgada em 30 de setembro de 2018, apresenta empate técnico entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad.

A 139ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) neste domingo (30/09/2018), traz as preferências dos entrevistados em cenários de primeiro e segundo turnos, o limite de voto e o grau de informação dos eleitores a respeito dos candidatos. Também aborda o interesse dos entrevistados nas eleições e a percepção de desempenho dos candidatos na propaganda eleitoral.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro de 2018. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-03303/2018.

Conclusão

Os resultados da 139ª Pesquisa CNT/MDA mostram que, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno para a eleição presidencial, com a disputa ocorrendo entre Jair Bolsonaro (PSL), citado por 28,2%, e Fernando Haddad (PT), que aparece com 25,2%. Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT) com 9,4%, e Geraldo Alckmin (PSDB) com 7,3%. É importante observar que Jair Bolsonaro e Fernando Haddad são os candidatos cujos eleitores se declaram como os mais decididos a confirmar o voto neles – acima de 80% para ambos.

Em hipótese de segundo turno, Fernando Haddad venceria Jair Bolsonaro, caso a eleição fosse hoje, por 42,7% a 37,3%. Jair Bolsonaro perderia de Ciro Gomes e venceria Geraldo Alckmin. Fernando Haddad, por sua vez, aparece empatado tecnicamente com Ciro Gomes, e ambos venceriam Geraldo Alckmin em um eventual segundo turno.

Em relação à rejeição aos candidatos, Ciro Gomes, Fernando Haddad e Geraldo Alckmin ficaram estáveis. Já o candidato Jair Bolsonaro registrou aumento nesse índice.

Observa-se, ainda, aumento do interesse nas eleições nesses últimos dias, assim como o do conhecimento sobre as opções de candidato para presidente.

Conclusão: Apesar de ainda estar em aberto, a eleição presidencial indica sinais de que Jair Bolsonaro e Fernando Haddad se consolidam como os candidatos que estarão no 2º turno.

Resumo dos resultados da eleição presidencial 2018

1º turno: Intenção de voto ESPONTÂNEA

Jair Bolsonaro: 25,5%

Fernando Haddad: 19,7%

Ciro Gomes: 6,7%

Geraldo Alckmin: 5,0%

Lula: 2,4%

João Amoêdo: 1,6%

Alvaro Dias: 1,3%

Marina Silva: 1,2%

Henrique Meirelles: 1,1%

Outros: 1,5%

Branco/Nulo: 12,5%

Indecisos: 21,5%

1º TURNO: Intenção de voto ESTIMULADA – VOTOS TOTAIS

Jair Bolsonaro 28,2%

Fernando Haddad 25,2%

Ciro Gomes 9,4%

Geraldo Alckmin 7,3%

Marina Silva 2,6%

Henrique Meirelles 2,0%

João Amoêdo 2,0%

Álvaro Dias 1,7%

Cabo Daciolo 0,7%

Guilherme Boulos 0,4%

Vera 0,3%

João Goulart Filho 0,1%

José Maria Eymael 0,1%

Branco/Nulo 11,7%

Indecisos 8,3%

1º TURNO: Intenção de voto ESTIMULADA – VOTOS VÁLIDOS

Jair Bolsonaro 35,3%

Fernando Haddad 31,5%

Ciro Gomes 11,8%

Geraldo Alckmin 9,2%

Marina Silva 3,3%

Henrique Meirelles 2,5%

João Amoêdo 2,4%

Álvaro Dias 2,1%

Cabo Daciolo 0,9%

Guilherme Boulos 0,5%

Vera 0,4%

João Goulart Filho 0,1%

José Maria Eymael 0,1%

  • Entre os eleitores de Jair Bolsonaro, 82,5% consideram a decisão de voto como definitiva. Dentre os de Fernando Haddad, 82,8%, Ciro Gomes, 66,7%, Geraldo Alckmin, 57,8%, Marina Silva, 45,3%, Henrique Meirelles, 57,5% e João Amoêdo, 66,7%.
  • Caso acreditem que o seu candidato de preferência não tem chances de ir para o 2º turno, 76,4% manterão a decisão de voto mesmo se considerarem que o candidato não continuará na disputa. Outros 21,0% dos entrevistados dizem que poderão mudar o voto.
  • Os candidatos com mais chances de receber o voto de entrevistados que se declaram indecisos, e sendo permitido citar até duas opções, são: Fernando Haddad, 19,3%, Ciro Gomes, 18,7%, Jair Bolsonaro, 17,5%, Geraldo Alckmin, 13,3%, Marina Silva, 7,8%, Alvaro Dias, 3,6%, João Amoêdo, 3,0%, Henrique Meirelles, 1,2%, Outros 1,8%, Branco/Nulo, 3,0%, Indecisos, 42,8%.

2º TURNO: Intenção de voto ESTIMULADA​

CENÁRIO 1: Ciro Gomes 42,7%, Jair Bolsonaro 35,3%, Branco/Nulo: 17,8%, Indecisos: 4,2%.

CENÁRIO 2: Fernando Haddad 42,7%, Jair Bolsonaro 37,3%, Branco/Nulo: 16,1%, Indecisos: 3,9%.

CENÁRIO 3: Jair Bolsonaro 37,0%, Geraldo Alckmin 33,6%, Branco/Nulo: 25,1%, Indecisos: 4,3%.

CENÁRIO 4: Ciro Gomes 34,0%, Fernando Haddad 33,9%, Branco/Nulo: 26,9%, Indecisos: 5,2%.

CENÁRIO 5: Ciro Gomes 41,5%, Geraldo Alckmin 23,8%, Branco/Nulo: 29,1%, Indecisos: 5,6%.

CENÁRIO 6: Fernando Haddad 39,8%, Geraldo Alckmin 28,5%, Branco/Nulo: 26,4%, Indecisos: 5,3%.​

  • Entre os entrevistados, 70,4% dizem considerar mais importante que o seu candidato preferido seja eleito. Contudo, para 18,1%, importa mais que o candidato que rejeitam não vença as eleições.
  • O candidato que os entrevistados acreditam que vai ganhar a eleição para Presidente da República é Jair Bolsonaro (42,0%). Em seguida, aparecem: Fernando Haddad (29,0%); Ciro Gomes (4,5%); Geraldo Alckmin (3,9%); Outros (1,8%); não soube informar (18,8%).

Limite de Voto – Presidência da República

CIRO GOMES: é o único em quem votaria 7,0%; é um candidato em quem poderia votar 48,1%; não votaria nele de jeito nenhum 37,1%; não o conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar 4,5%.

FERNANDO HADDAD: é o único em quem votaria 19,3%; é um candidato em quem poderia votar 27,2%; não votaria nele de jeito nenhum 48,3%; não o conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar 2,6%.

GERALDO ALCKMIN: é o único em quem votaria 5,0%; é um candidato em quem poderia votar 36,2%; não votaria nele de jeito nenhum 52,8%; não o conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar 2,7%.

JAIR BOLSONARO: é o único em quem votaria 23,7%; é um candidato em quem poderia votar 17,3%; não votaria nele de jeito nenhum 55,7%; não o conhece/não sabe quem é/ nunca ouviu falar 1,5%.

Interesse nas eleições – Programa Eleitoral

  • 72,5% viram a propaganda eleitoral na televisão ou a ouviram no rádio; 27,5%, não.
  • Na opinião de quem já viu ou ouviu, o candidato que está apresentando a melhor propaganda eleitoral é: Fernando Haddad (20,8%); Jair Bolsonaro (18,0%); Geraldo Alckmin (12,9%); Ciro Gomes (12,5%); Henrique Meirelles (3,1%); outros candidatos (5,5%); nenhum (14,5%); não souberam informar (12,7%).
  • Dos entrevistados, 32,0% se dizem muito interessados nas eleições deste ano para Presidente da República. 25,1% declaram ter interesse médio, enquanto 20,8% afirmam ter pouco interesse e 21,4% nenhum interesse nas eleições.
  • 19,5% afirmam conhecer bastante sobre as opções de candidatos a presidente. 40,4% conhecem mais ou menos. O restante dos entrevistados diz conhecer pouco (26,5%) ou nada (12,9%) a respeito dos candidatos que concorrem a presidente da República.

Baixe

Relatório da pesquisa CNT/MDA de intenção de voto para presidência da República, divulgada em 30 de setembro de 2018

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]