Eleições 2018: José Ronaldo diz que vai combater tráfico de drogas na região de Ipirá

José Ronaldo participa de ato de campanha em Ipirá.

José Ronaldo participa de ato de campanha em Ipirá.

O abandono das cidades pelo governo do PT é uma das principais reclamações que o candidato Jose Ronaldo (Zé Ronaldo, DEM), da coligação Coragem para Mudar a Bahia, tem ouvido da população. Prefeito de Feira de Santana quatro vezes, o “Zé do Sertão” é conhecido pela atenção que dedica às pessoas. “Incrível como o interior do estado encontra-se abandonado. Ninguém vive de promessas. O povo precisa de segurança, boa saúde, educação e trabalho”, disse o democrata durante carreata realizada nos municípios de Santo Estevão, Serrinha e Ipirá.

Em Ipirá, o candidato chegou a ser carregado pela multidão.

A chapa majoritária da coligação realizou grandes eventos nas cidades, com recepção calorosa. “O povo quer solução. Não estou aqui para fazer promessas, mas sim para assumir compromissos”, salientou Zé Ronaldo. As cidades reclamam da situação de violência, principalmente ligada ao tráfico de drogas. “É preciso que sejam tomadas ações imediatas, usando a inteligência da polícia e também ações sociais que transformem a vida das pessoas. O interior do estado sempre foi considerado lugar de paz e tranquilidade. Hoje a violência é comum em todo o estado. Isso é abandono”.

As cidades enfrentam também problemas relacionados ao saneamento. Em Santo Estevão, apenas 12% dos domicílios têm esgotamento sanitário adequado; Serrinha enfrenta situação pior, com a urbanização chegando a apenas 3% da população. “O governo da propaganda gasta fortunas para se promover, mas esquece de governar. Vamos enfrentar os problemas com trabalho, dedicação. Quem me conhece, sabe que, quando assumo um compromisso, eu cumpro. Não precisamos de correria. Precisamos de competência administrativa”.

Zé Ronaldo percorreu diversos bairros nas cidades e reuniu milhares de pessoas em Ipirá. No evento, foi recebido com entusiasmo. Muitos moradores reclamaram sobre situações vexatórias passadas em unidades públicas de saúde, onde faltam até luvas cirúrgicas. “A saúde do governo do PT está doente. Ninguém suporta mais a ‘fila da morte’ da regulação. Já disse  e repito, minha prioridade logo no início do mandato de governador é acabar com a fila da regulação. O povo precisa ser respeitado. Ninguém merece padecer e morrer sem atendimento”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]