Eleições 2018: Boletim diz que Jair Bolsonaro está consciente e com boa condição clínica; Flávio Bolsonaro visita o pai no hospital

O filho mais velho de Jair Bolsonaro, o deputado estadual, Flávio Bolsonaro, concede entrevista aos jornalistas.

O filho mais velho de Jair Bolsonaro, o deputado estadual, Flávio Bolsonaro, concede entrevista aos jornalistas.

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, foi submetido nesta sexta-feira (07/09/2018) a uma série de exames no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde chegou no meio da manhã, procedente de Juiz de Fora (MG). Segundo boletim médico divulgado há pouco, ele encontra-se consciente e “em boas condições clínicas”.

A equipe médica do hospital em São Paulo informou que está dando continuidade ao tratamento iniciado na cidade mineira, onde Bolsonaro foi atingido por uma facada durante ato de campanha, na última quinta-feira. Após passar por avaliações e ser submetido a uma cirurgia para estancar hemorragia interna, o candidato foi levado para a capital paulista.

“O paciente está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde realizou exames laboratoriais e de imagens e foi avaliado por equipe multiprofissional”, diz o boletim. O cirurgião Antônio Luiz Macedo e o clínico e cardiologista Leandro Santini Echenique fazem parte da equipe médica responsável pelo paciente.

Ataque

Na tarde de quinta-feira (6), o candidato recebeu uma facada no abdômen em meio ao tumulto que se formou em volta dele no ato político. Durante a operação, Bolsonaro teve o intestino delgado costurado e parte do intestino grosso retirada. Ele também foi submetido a uma colostomia e, em até dois meses, terá de ser operado novamente.

O autor do ataque a Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso pela Polícia Militar, em Juiz de Fora. A Polícia Federal, responsável pela segurança do candidato, abriu inquérito para investigar o caso.

Flávio Bolsonaro visita o pai no hospital e fala em crime premeditado

O filho do deputado e candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro, deputado estadual Flávio Bolsonaro, chegou por volta das 17h30 ao Hospital Albert Einstein, no bairro Morumbi, para visitar o pai, internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após ter sido esfaqueado na tarde de ontem (6) durante uma atividade de campanha, em Juiz de Fora (MG). Flávio disse que, embora ainda não tenha consultado a Polícia Federal, acredita que se trata de uma ação planejada.

“Ao que parece não agiu sozinho, [dizem] que ele é maluco, que não sabia o que estava fazendo, um cara desvairado, mas não. Foi premeditado. Ninguém sai de casa para enfiar faca na barriga dos outros sem querer, por acaso”, disse.

Flávio disse, em resposta às críticas à proposta de Jair Bolsonaro de ampliação do acesso às armas, que “quem mata as pessoas não são as armas”.

“Com uma faca ele poderia ter matado o meu pai. Então quem mata pessoas são pessoas, não é uma faca, uma arma. A gente vai continuar com a nossa luta, defendendo aquilo que a gente acredita”, afirmou.

O último boletim médico informa que Jair Bolsonaro está “em boas condições clínicas”. A equipe médica disse ainda que está dando continuidade ao tratamento iniciado na cidade mineira. “O paciente está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde realizou exames laboratoriais e de imagens e foi avaliado por equipe multiprofissional”, diz o boletim.

O próximo boletim médico será divulgado amanhã (8), às 10h.

Ao longo do dia, políticos e apoiadores do candidato à Presidência da República estiveram no hospital.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]