Documentário ‘Maçonaria: segredos revelados’ desmistifica preconceitos e apresenta a ordem fraternal como uma entidade cuja vocação é pregar a igualdade entre os seres humanos

Cenas do documentário ‘Maçonaria: segredos revelados’, (‘Inside the Freemasons’, título original em inglês).

Cenas do documentário ‘Maçonaria: segredos revelados’, (‘Inside the Freemasons’, título original em inglês).

Apresentado por vídeo streaming na Netflix, o documentário ‘Maçonaria: segredos revelados’ — (‘Inside the Freemasons’, título original em inglês) — desmistifica preconceitos e apresenta a ordem fraternal como uma entidade cuja vocação é pregar a igualdade entre os seres humanos, através do aprimoramento do espírito, pelo estudo filosófico dos ritos e rituais, associado a prática cotidiana do bem-comum.

Lançado no ano de 2017, produzido pela Emporium Productions, empresa contratada pela Sky, o documentário é apresentado em série, subdividido em cinco capítulos. A iniciativa marca os 300 anos de fundação da moderna Maçonaria no mundo, através da criação da Grande Loja Unida da Inglaterra (UGLE), ocorrida em 24 de junho de 1717.

‘Com acesso único e sem precedentes aos maçons, ‘Maçonaria: segredos revelados’ busca apresentar respostas as perguntas: quem são maçons? O que eles fazem? O que motivou gerações de homens a se juntarem à fraternidade? O que significa o simbolismo? Como a percepção pública difere da realidade? O que a Maçonaria tem a oferecer aos homens e à sociedade no século 21? E Como a Grande Loja Unida da Inglaterra celebra o tricentenário em 2017? O documentário responde a estas perguntas, indo além do mito e da lenda para revelar o que significa ser um maçom nos dias atuais, através das palavras e vidas dos próprios maçons.

A Maçonaria

A Grande Loja Unida da Inglaterra (UGLE) é a potência máxima da Maçonaria, a sede fica em Londres, Inglaterra. A entidade é responsável pela subordinação e gestão das demais Lojas Maçônicas ao redor do mundo. Atualmente, 6 milhões de homens participam da fraternidade.

Os membros da fraternidade são oriundos de diversas classes sociais e se encontram como iguais na Maçonaria, independentemente da fé que professam, grupo étnico ao qual pertencem ou posição na sociedade que ocupam. Para muitos, esse espírito de comunhão é o que é mais valorizado pelos irmãos da fraternidade.

“Fazer novos amigos, ajudar os outros, seguir uma tradição familiar e participar do cerimonial também é importante”, diz a Grande Loja Unida da Inglaterra.

Confira vídeo

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).