Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia incentiva a criação de projetos empreendedores

Marinalva Nunes: a ACEB é uma incubadora de grandes ideias.

Marinalva Nunes: a ACEB é uma incubadora de grandes ideias.

A Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB) decidiu estimular trabalhadores e aposentados a desenvolverem projetos que colaborem com o desenvolvimento cultural, educativo, esportivo e social dos baianos. A partir da recente mudança no estatuto da instituição, que ampliou a abrangência de sua atuação, os mais de 1300 associados da ACEB – e os que vierem a associar-se – podem aproveitar a expertise de quase 15 anos da entidade para empreender, não só por meio de cursos de qualificação profissional, mas também através da promoção de projetos de artes, esportes, cultura, economia solidária e desenvolvimento sustentável.

De acordo com a presidente da ACEB, Marinalva Nunes, um grande atrativo da Associação é o seu lado empreendedor. “A ACEB é uma incubadora de grandes ideias. Em sua filosofia, a entidade acolhe projetos e trabalhos das pessoas associadas, oferecendo suporte e consultoria para que projetos se tornem aptos a serem executados diretamente pela ACEB ou através de articulação com outras organizações da sociedade civil, governos e o setor privado”, explicou. “Apenas para citar um exemplo, estamos formatando um projeto interessantíssimo voltado para o resgate das brincadeiras de antigamente entre nossas crianças. Anunciaremos os detalhes ainda neste mês de setembro”, antecipou.

A recente mudança no estatuto da entidade permitiu o desenvolvimento de projetos ligados não só à educação e ao esporte, mas também às artes, à cultura, à economia solidária e ao desenvolvimento sustentável. “Além disso, estamos nos qualificando para participar de concursos e seleções para execução de projetos que atendam políticas sociais relevantes em nosso estado. Isso significa que vamos ampliar nossa colaboração ao desenvolvimento real da nossa gente”, frisou Marinalva Nunes.

A ACEB trabalha para cumprir as missões de representar os interesses e anseios de seus associados; promover iniciativas voltadas ao desenvolvimento da educação, do esporte, da cultura e do lazer na Bahia; promover e apoiar ações para a formação e valorização profissional e responsabilidade social, entre outros. “Ser acebiano significa ter a inquietude de buscar um melhor propósito social. É apostar na criação de ideias originais para que, juntos, possamos influenciar positivamente a sociedade em que vivemos”, resumiu a presidente da entidade.

A ACEB entende que o trabalhador bem formado atende a sociedade com eficácia e por ela é bem recompensado. É a velha história de tratar o juízo acima das questões meramente econômicas. “Esta nova visão do sindicalismo do século XXI atraiu inúmeros profissionais de elevada reputação na sociedade baiana para a ACEB. Hoje, temos professores titulares das maiores universidades da Bahia; gestores governamentais dos diversos entes de poder; empreendedores; artistas; intelectuais, muita gente boa, protagonistas da organização de uma sociedade justa, igualitária e que ofereça oportunidades a todos”, ponderou Marinalva.

Estimulada pelo desejo de qualificação para melhor cumprimento do papel social dos trabalhadores, a ACEB foi criada em 2004. A primeira grande conquista da entidade foi a oferta de um curso de especialização com foco na implementação da Lei nº 10.639/03, legislação que estabeleceu a obrigatoriedade no currículo escolar do conteúdo da influência africana e afro-brasileira na formação da nação brasileira. Sobre a motivação para a criação da instituição, Marinalva Nunes explica que ao exercer a militância sindical na APLB Sindicato, posteriormente combinada à luta dos servidores públicos em geral, através da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (FETRAB), ela teve a oportunidade de visitar escolas e postos de trabalho, assembleias, entidades sindicais e outros fóruns e que, a partir daí, passou a semear a ideia de que o movimento deveria ir muito além da busca por aumento de salários e melhores condições de trabalho, “pois também é de fundamental importância  estimular o juízo e excitar neurônios, já que o trabalhador qualificado compreende melhor seu papel de atender à sociedade e empodera seu valor”, frisou.

Atualmente, a ACEB oferece aos seus associados benefícios como descontos em produtos e serviços prestados por empresas parceiras, através de convênios. Interessados em associar-se devem ler o estatuto e preencher o formulário disponíveis no site da entidade (www.acebqualifica.org.br).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]