+ Manchetes >

Projeto Saúde na Escola faz 2.360 atendimentos em Feira de Santana no primeiro semestre de 2018

Projeto Saúde na Escola leva atendimento médico para pais e crianças na comunidade escolar.

Projeto Saúde na Escola leva atendimento médico para pais e crianças na comunidade escolar.

A pequena Ana Lu Silva, 3 anos, é uma das crianças do Centro Municipal de Educação Honorina de Oliveira beneficiadas com o Projeto Saúde na Escola. A iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana em parceria com a Secretaria Municipal de Educação tem levado atendimento médico, nutricional, odontólogo e de enfermagem para pais e crianças na comunidade escolar.

“A gente não tem tempo de ir ao posto.  Eu acho ótimo porque até solicitação de exames e medicação eles fazem, e tínhamos bastante tempo sem fazer alguns exames, acabei realizando por causa dessa oportunidade”, relata Soraia Silva, mãe de Ana Lu.

Só de janeiro a junho deste ano foram 2.360 atendimentos realizados através do projeto, desde triagem, atendimento médico, solicitações de exame e acompanhamento do desenvolvimento e medidas antropométricas.

“Nós analisamos a estatura e o peso da criança, se a curva está adequada ao crescimento na idade e passamos as condutas que os pais devem seguir. Encontramos muitos casos de crianças com baixo peso, nessa faixa etária menor que 5 anos. E geralmente elas também esquecem de beber água e eu faço sempre lembrete em relação a isso”, informa a nutricionista Suelen Fernandes.

Por semestre, o projeto atua em quatro escolas. Em cada uma a assistência é mantida durante seis meses. Os casos que necessitam de um acompanhamento contínuo são encaminhados para Unidade Básica de Saúde. Além disso, a equipe sempre retorna a uma das escolas assistidas no semestre anterior.

Atividades lúdicas

A prevenção a doenças também é incentivada de forma lúdica em sala de aula, através de palestra, pintura, desenho e teatro de fantoches. “Trabalhamos educação em saúde com a equipe da vigilância epidemiológica conscientizando sobre prevenção e combate ao Aedes Aegypti”, informa a coordenadora, Marydalva Leão.

Ainda de acordo com a coordenadora, a parceria e a cumplicidade entre pais, alunos, professores e profissionais de saúde é o que contribui para a credibilidade e bons resultados do serviço. “Estamos presente nas reuniões feitas com os pais na escola para saber e atender as necessidades a nível de saúde daquelas crianças”, relata.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]