Procuradoria Geral de Feira de Santana avalia recomendação do MP sobre contrato emergencial da limpeza pública; Cavo e Sustentare disputam contrato

Reprodução de página da Sustentare na internet. Empresa concorre com a Cravo pelo contrato de limpeza pública de Feira de Santana.

Reprodução de página da Sustentare na internet. Empresa concorre com a Cravo pelo contrato de limpeza pública de Feira de Santana.

A Secretaria de Serviços Públicos de Feira de Santana informa que está ciente da recente recomendação do Ministério Público relativa ao contrato emergencial firmado para coleta e destinação do lixo no Município. O assunto foi encaminhado para análise da Procuradoria Geral do Município.

A empresa Cavo, autora de ação na Justiça que suspendeu o processo licitatório para prestação de serviço, disputou o certame e perdeu, no preço, para a concorrente Sustentare. Não reclamou administrativamente. Foi direto ao judiciário.

A proposta da Sustentare, vencedora e que está sendo colocada em prática emergencialmente, representa economia aos cofres do Município de aproximadamente R$ 128 mil por mês (R$ 9,92 por tonelada de resíduo recolhidos). Em breve, a Procuradoria Geral irá manifestar-se ao Ministério Público sobre esta recomendação recente.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]