Metade da população Bahia se concentra em apenas 35 municípios do estado; Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista concentram maior número de habitantes

Tabelas informam os 35 maiores municípios baianos e estimativa da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018.

Tabelas informam os 35 maiores municípios baianos e estimativa da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018.

A Bahia é um estado com forte concentração populacional em poucos municípios e uma grande maioria de cidades muito pequenas, com menos de 20 mil moradores cada uma.

Metade (50,4%) da população estimada para o estado em 2018, ou 7.470.167 dos 14.812.617 baianos, se concentra em apenas 35 municípios (8,4% dos 417 existentes). E 1 em cada 5 pessoas (23,4% da população ou cerca de 3,6 milhões de baianos) vive nas duas maiores cidades: Salvador e Feira de Santana, as únicas com mais de 500 mil habitantes.

Por outro lado, somando a população estimada em 2018 para metade dos municípios da Bahia (209 dos 417), tem-se apenas 15,9% dos habitantes do estado, o equivalente a 2.352.989 pessoas. Além disso, quase 6 em cada 10 cidades baianas (59,0% ou 246 das 417) têm menos de 20 mil moradores cada uma.

Entre 2017 e 2018, não houve nenhuma mudança no ranking de municípios baianos por população.

Os cinco mais populosos continuam sendo Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari e Juazeiro. Por outro lado, Catolândia (3.555 pessoas), Lafaiete Coutinho (3.757), Lajedinho (3.808), Lajedão (3.934) e Dom Macedo Costa (4.050 pessoas) seguem como as cinco menores cidade do estado.

Apesar de revisões para baixo em 2018, Bahia e Salvador se mantêm em 4º lugar nos rankings nacionais de população por estado e município

Com a revisão da Projeção de População realizada em 2018, e divulgada em 25 de julho pelo IBGE, a estimativa de população para a Bahia, neste ano, foi ajustada para baixo e ficou em 14.812.617 pessoas. Esse total foi 3,5% menor que a estimativa de 2017, que havia sido de 15.344.447 habitantes (menos 531.830 pessoas).

A revisão do cálculo para baixo ocorreu em consequência, sobretudo, de uma redução no componente natalidade, uma vez que o número de nascimentos registrados no estado, entre 2000 e 2016, foi menor do que previa a projeção anterior, de 2013.

Ainda assim, em 2018, a Bahia continua a ter a quarta maior população entre as unidades da Federação, abaixo apenas de São Paulo (45.538.936 pessoas), Minas Gerais (21.040.662 habitantes) e Rio de Janeiro (17.159.960 pessoas).

A revisão para baixo na projeção da população da Bahia para 2018 repercutiu nas estimativas populacionais de todos os municípios do estado, inclusive Salvador. A capital teve sua população estimada em 2.857.329 pessoas neste ano, 3,3% menor que a de 2017 (que havia sido de 2.953.986 pessoas).

Apesar disso, Salvador também se manteve como a quarta maior cidade do país, em termos populacionais, embora tenha aumentado sua distância em relação à terceira colocada, Brasília (com 2.974.703 moradores estimados em 2018) e reduzido em relação a Fortaleza, quinta colocada (com 2.643.247 pessoas).

Dos 417 municípios baianos, apenas Luís Eduardo Magalhães, no Oeste do estado, não teve sua população reduzida entre 2017 e 2018: passando de 83.557 habitantes para 84.753, o que equivale a um aumento de 1,43% (mais 1.196 pessoas). Todos os demais sofreram ajustes para se adequar ao novo patamar populacional do estado.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]