Feira de Santana: vereadores defendem assistência para diabéticos

Luiz Ferreira (Luiz da Feira): o diabetes é uma doença muito preocupante e se não for controlada pode ocasionar sérios problemas.

Luiz Ferreira (Luiz da Feira): o diabetes é uma doença muito preocupante e se não for controlada pode ocasionar sérios problemas.

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão desta terça-feira (28/08/2018), o vereador Luiz Ferreira Dias (Luiz da Feira, PPL), ao destacar as complicações que o diabetes pode ocasionar na vida dos indivíduos portadores da doença, defendeu a disponibilização de atendimento adequado nas unidades públicas de saúde do Estado. Segundo o edil, pacientes estão morrendo em consequência da falta de assistência devida.

“O diabetes é uma doença muito preocupante e se não for controlada pode ocasionar sérios problemas. Temos muitas pessoas portadoras dessa doença precisando de atendimento e indo a óbito por não conseguir realizar os procedimentos necessários, como amputação de membros, por exemplo. Recentemente três ou quatro pacientes morreram à espera desse procedimento”, afirmou.

O edil reivindicou ao Governo do Estado providências. “Peço que o Governo do Estado mantenha as portas dos hospitais abertas para atender esses pacientes que chegam necessitando de atendimento”, finalizou.

Aldney Bastos reforça reivindicação de Luiz Ferreira

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal, na sessão ordinária desta terça-feira (28), a vereadora Aldney Bastos (Neinha, PTB), repercutindo o discurso do vereador Luiz da Feira (PPL) sobre a necessidade de aprimoramento do serviço de assistência aos pacientes com diabetes, cobrou mais atenção do Governo do Estado ao setor de saúde pública.

“Todos sabem que sempre questionei o serviço de saúde pública. O Governo do Estado prometeu e não construiu o hospital regional e fez um puxadinho no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas mantem as portas fechadas. Os pacientes estão morrendo à espera de atendimento e a responsabilidade é exclusiva do Estado. Amputação de membros se faz em hospitais e não em policlínicas e UPAs”, criticou.

A edil destacou os investimentos do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) na saúde municipal. “José Ronaldo deixou oito policlínicas e duas UPAs construídas. Nós precisamos de líderes para assumir nossa Bahia e nada mais justo que eleger José Ronaldo governador da Bahia. Volto a dizer, o Hospital Geral Clériston Andrade está de portas fechadas. É triste a realidade da saúde em Feira de Santana”, concluiu.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]