Eleições 2018: Jair Bolsonaro desperta o que há de pior em cada um de nós, avalia psicanalista da USP Christian Dunker; confira vídeo

Deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL/RJ). O candidato à presidente da República desperta o que há de pior em cada um de nós, avalia Christian Dunker.

Deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL/RJ). O candidato à presidente da República desperta o que há de pior em cada um de nós, avalia Christian Dunker.

Dr. Christian Dunker, psicanalista e professor titular da Universidade de São Paulo (USP), avalia o perfil político e o grau de adesão de Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo PSL nas eleições 2018. Segundo o psicanalista, Jair Bolsonaro utiliza discurso que incita fantasias infantis que buscam um ‘Pai’ protetor que solucionará todos os nossos problemas.

As pessoas que seguem Jair Bolsonaro o posicionam no lugar de Ideal do ‘Eu’, é por isso que não cabem discussões técnicas, recursos à História, argumentos, raciocínios lógicos: cada seguidor do Bolsonaro tem algo do líder incrustado nele, ou a homofobia, ou o racismo, a violência contra as mulheres, o ódio ao diferente, a perseguição às outras religiões, a violência contra os mais pobres, a apologia da pena de morte, a apologia das armas, a apologia da caça aos animais e tantos outros símbolos de uma consciência tão pobre que chega a ser primitiva. Bolsonaro desperta o que há de pior em cada um de nós, avalia Christian Dunker.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).