TJBA: Conselheira do CNJ destaca a importância da Formação de Mediadores Judiciais e Conciliadores

Conselheira Daldice Maria Santana de Almeida.

Conselheira Daldice Maria Santana de Almeida.

O Curso de Formação de Mediadores Judiciais e Conciliadores segue, até sexta-feira (20/07/2018), na Comarca de Guanambi. A capacitação possui carga de 100 horas de aula e a coordenação pedagógica está a cargo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cuja Conselheira Daldice Maria Santana de Almeida, Desembargadora Federal do Tribunal Regional Federal 3 (TRF 3), integra o corpo docente.

A Conselheira do CNJ fez a palestra de abertura do curso no dia 16, segunda-feira, e destacou a importância da iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) de promover a Formação de Mediadores Judiciais e Conciliadores. De acordo com a Desembargadora, o objetivo maior da política de tratamento adequado consiste em mudar o paradigma da cultura da sentença para a cultura da pacificação social por métodos consensuais.

“A proposta desse curso vem reforçar a necessidade de um cuidado maior com os pilares da política de tratamento adequado de conflito”, enfatizou a Conselheira Daldice Maria Santana de Almeida. Para a Representante do CNJ, constituem pilares dessa política de tratamento adequado de conflito: o Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (CEJUSC); o processo de capacitação; e a contabilização dos resultados para a prestação de contas à sociedade.

A Desembargadora cumprimentou os gestores que se preocupam com a qualificação adequada dos seus profissionais. “A capacitação adequada dos profissionais promove maior satisfação de quem presta o serviço e de quem recebe o serviço”, finalizou.

A iniciativa do Curso de Formação de Mediadores Judiciais e Conciliadores é da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia (UNICORP), unidade vinculada à Assessoria Especial da Presidência para Assuntos Institucionais (AEP II), coordenada pela Juíza Rita Ramos, em parceria com o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC).

Além da Conselheira, são também instrutores do curso: o Juiz Federal Presidente da 6ª Turma Recursal de São Paulo, Coordenador Adjunto da Central de Conciliação de São Paulo, Herbert Bruyn; o Juiz Titular da Vara da Infância e Juventude e Anexos da Comarca de Toledo, Paraná, Coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da mesma comarca, membro da Comissão Estadual de Práticas Restaurativas do Tribunal de Justiça do Paraná, Rodrigo Dias; e a Instrutora de Mediação Judicial certificada pelo CNJ, Mediadora Judicial e Extrajudicial, Larissa Nou.

UNICORP

Sensível à importância da gestão do conhecimento, a Universidade Corporativa do TJBA constitui uma prioridade para o Presidente, Desembargador Gesivaldo Britto. A unidade tem como propósito o planejamento, a consolidação e a expansão do sistema integrado de educação corporativa. Sua atuação enfoca a formação e o aperfeiçoamento contínuo de Magistrados e Servidores, alinhados às diretrizes e aos objetivos estratégicos do TJBA.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]