STF vai investigar ato contra fachada da Corte

Um grupo de cerca de 20 pessoas jogou tinta vermelha no supremo tribunal federal.

Um grupo de cerca de 20 pessoas jogou tinta vermelha no supremo tribunal federal.

O Supremo Tribunal Federal (STF) informou nesta quarta-feira (25/07/2018) pouco que iniciou uma investigação para apurar a conduta de manifestantes que jogaram tinta vermelha em uma das entradas do prédio principal da Corte, conhecida como Salão Branco, por onde os ministros costumam entrar para as sessões plenárias.

Em nota divulgada à imprensa, o STF informou que a secretaria de Segurança do tribunal está adotando medidas para apurar os atos. “Imagens e informações dos envolvidos, bem como números de placas de veículos foram coletadas pela segurança do Tribunal e contribuirão para as investigações”, informou o Supremo.

O protesto ocorreu por volta das 12h30, durou cerca de 10 minutos e foi encerrado quando os seguranças do STF tentaram impedir que a sede do tribunal fosse pintada com tinta vermelha. Os manifestantes foram embora em duas vans aos gritos de ‘Lula Livre!’.

O grupo não foi identificado e ninguém foi detido. A Polícia Federal foi acionada para investigar o ocorrido.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]