Serviços do antigo Couto Maia foram transferidos para o ICOM, informa Governo Rui Costa

Fachada do novo Hospital Couto Maia, em Salvador.

Fachada do novo Hospital Couto Maia, em Salvador.

Com uma semana de inaugurado, o Instituto Couto Maia (ICOM), que é o maior e mais moderno hospital especializado em doenças infecto-contagiosas do Brasi, localizado em Cajazeiras, já recebeu os 67 pacientes que estavam internados na antiga unidade, no bairro do Monte Serrat, e passou a atender os pacientes ambulatoriais no novo prédio, bem como realizar exames e atendimentos de urgência e emergência.

Para construir e equipar o novo hospital, a Secretaria da Saúde do Estado investiu cerca de R$109 milhões. Entregue à população no último dia (06/07/2018), substituindo a edificação original, que não comportava mais o volume de atendimentos e a complexidade das doenças atuais. A oferta de leitos foi ampliada, passando de 97 para 120, sendo 20 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Este é o segundo hospital no estado a ser construído através de uma Parceira Público-Privada (PPP). No modelo adotado no ICOM os serviços médicos são prestados pelo Estado e os serviços de apoio pelo parceiro privado.

Além do crescimento do número de leitos, houve a implantação de um centro cirúrgico e ampliação do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie). Também passou a contar com agência transfusional, serviço de reabilitação e de logística.

O serviço de apoio diagnóstico, conta com equipamentos de radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, endoscopia digestiva, eletrocardiografia e eletroencefalografia.

A proposta do Icom é garantir uma melhor assistência aos pacientes e uma maior segurança para eles e para os profissionais.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]