Mais de 1,1 mil estudantes assistem aos filmes do Cine Olé Consignado em Feira de Santana

Estudantes assistem filmes em sala de cinema adaptada do projeto Cine Olé Consignado.

Estudantes assistem filmes em sala de cinema adaptada do projeto Cine Olé Consignado.

Cerca de 1.150 moradores do João Paulo I e do Parque Ipê assistiram aos filmes na sala de cinema adaptada na carroceria de uma carreta, nas 15 sessões do Cine Olé Consignado, de quinta-feira (12/07) a este sábado (14/07/2018). Foram cinco filmes exibidos por dia.

Feira de Santana foi a primeira cidade, das 22 de sete estados nordestinos, além do Tocantins e do Mato Grosso, onde acontecerão as sessões. A próxima parada é Petrolina. Mais de 25 mil pessoas deverão assistir aos filmes.

O cinema ambulante ficou estacionado no final da Avenida Fraga Maia, onde esperou o público com refrigerante e pipoca, mais filmes de temática infantil, como ‘Moana’, ‘Mulher Maravilha’ – foram apresentados dez filmes diferentes.

Lotação máxima

O aviso do produtor Mário Bernardes de que a lotação já estava esgotada para a segunda sessão do Cine Olé Consignado parecia não ter sido ouvida pelas pessoas que esperaram e conseguiram ocupar uma das 77 cadeiras do cinema. Lotação máxima.

Objetivo do projeto

O projeto cultural é patrocinado pelo grupo Santander e deverá ser encerrado dentro de quatro meses. “O que se busca é levar cultura para os locais onde nem todas as pessoas tem acesso ao cinema”, afirmou o coordenador Dagner Bispo.

Ele explicou que as quatro primeiras sessões do dia são destinadas às estudantes e a quinta aberta ao público. E que as do sábado, como não é dia letivo, foram assistidas por quem se interessou.

Uma iniciativa interessante, destaca professora

A professora Alessandra Oliveira Magalhães levou mais de 50 crianças, que participam do reforço escolar que comanda, para a segunda sessão do sábado. “é uma iniciativa das mais interessantes, muito boa por oferecer esta atividade cultural”.

O estudante Bruno Medrado, 11 anos e cursando o sexto ano, disse que gostou do projeto. “Já fui ao cinema, mas aqui é uma coisa bem diferente”. Assistiu ao filme ‘Moana’.

Geração de renda

De acordo com o produtor Mário Fernandes, o projeto, que tem origem paulista, também contribui para a geração de renda e ocupação na cidade onde estaciona. “Todo o pessoal de apoio, cinco, e o material consumido, como pipoca e refrigerante, foi comprado em Feira”.

Ainda segundo ele, copos e as caixinhas onde são colocados refrigerantes e pipoca são recolhidos e doados para a reciclagem. “Somos um projeto sustentável”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]