Magistério do Papa ilumina ação evangelizadora da Igreja no Brasil

Papa Francisco, quando atuava como Jorge Mario Bergoglio, Arcebispo de Buenos Aires. Francisco trouxe para o ministério petrino a experiência de pastor na Igreja latino-americana, avalia Dom Mário.

Papa Francisco, quando atuava como Jorge Mario Bergoglio, Arcebispo de Buenos Aires. Francisco trouxe para o ministério petrino a experiência de pastor na Igreja latino-americana, avalia Dom Mário.

Bispo de Joaçaba, Dom Mário diz que a ação evangelizadora da Igreja no Brasil, todos seus documentos atuais têm sido iluminados pelas exortações e documentos do Magistério do Papa Francisco e pelo Documento de Aparecida.
Raimundo de Lima – Cidade do Vaticano

O quadro ‘Nova Evangelização e Concílio Vaticano II’ aborda participação do bispo da Diocese de Joaçaba – SC, Dom Mário Marquez, O.F.M. Cap, cuja contribuição tem nos enriquecido estes dias neste espaço de formação e aprofundamento com suas reflexões e considerações sobre a caminhada da Igreja na América Latina na esteira do Concílio ecumênico Vaticano II e questões afins.

Nessa linha, nosso convidado afirmou-nos, precedentemente, que a Igreja no Brasil foi muito aberta às inovações do Concílio contribuindo para a sua aplicação. Alargando o olhar para a realidade latino-americana, disse-nos que as Conferências Gerais do Episcopado Latino-Americano foram implementação do Vaticano II e que o Documento de Aparecida – fruto da última dessas conferências – vem nos desafiar a ir além daquilo que o Concílio propõe.

Como já ressaltado neste espaço, o então arcebispo de Buenos Aires, Cardeal Bergoglio – hoje Papa Francisco –, presidiu a comissão de redação do Documento de Aparecida, cujos frutos têm sido estendidos à Igreja universal e para além de suas fronteiras graças ao impulso que Francisco tem dado a uma evangelização que torna o povo de Deus em seu conjunto ‘discípulo missionário’ como queria o Vaticano II.Nesse sentido, na edição de hoje nosso convidado nos diz que a ação evangelizadora da Igreja no Brasil, todos seus documentos atuais – através da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) –, têm sido iluminados pelo Documento de Aparecida, pelas exortações e documentos do magistério do Papa Francisco.

Dom Mário nos faz tais considerações a partir da seguinte questão proposta ao bispo de Joaçaba: com sua eleição à Cátedra de Pedro, o Papa Bergoglio trouxe certamente para seu ministério petrino muito daquilo que é próprio da sensibilidade e da sua experiência de pastor na Igreja latino-americana, não é isso mesmo? Eis o que disse (ouça na íntegra clicando aima).

Confira áudio

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]