Gestor baiano é um dos selecionados para participar da especialização do Itaú Cultural

O Produtor cultural e Gestor Artístico do Teatro Jorge Amado, Nell Araújo.

O Produtor cultural e Gestor Artístico do Teatro Jorge Amado, Nell Araújo.

O Produtor cultural e Gestor Artístico do Teatro Jorge Amado, Nell Araújo, é um dos 30 gestores selecionados do país para participar da Especialização em Gestão Cultural Contemporânea: da Ampliação do Repertório Poético à Construção de Equipes Colaborativas, do Itaú Cultural, em parceria com o Instituto Singularidades. Com o objetivo de complementar a formação do gestor a partir da ampliação de seu próprio repertório, o curso começa na primeira semana de agosto, e vai ser ministrado em quatro lugares: no Itaú Cultural (São Paulo/SP), no Teatro de Contêiner Mungunzá (São Paulo/SP), no Condomínio Cultural (São Paulo/SP) e na Fundação Casa Grande (Nova Olinda/CE). Gratuita e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), a especialização abarca cinco linhas de pesquisa: políticas públicas e direitos culturais, mediação cultural, crítica e curadoria, artes comparadas e modelos de liderança contemporânea.

Formado em Relações Públicas com habilitação em Marketing pela UCSAL, Nell começou sua trajetória profissional em 2009, após vencer o concurso de Comunicação promovido pelo Festival de Verão. Durante a sua carreira, o produtor trouxe ao público baiano dois grandes musicais do renomado diretor João Falcão, ‘Gonzagão, A Lenda’ e ‘Ópera do Malandro’, além de trabalhar com diversos artistas e produções locais e nacionais, também gerenciou a comunicação do emblemático Bloco Afro Bankoma no Carnaval de Salvador. Atualmente, como gestor do Teatro Jorge Amado, Nell Araújo têm alavancado ainda mais a cena cultural soteropolitana abrindo espaços para novos artistas e coletivos mostrarem seu trabalho, através de projetos como ExpoJorge, Circuito Teatro Jorge Amado de Música e Circuito de Artes Jorge Amado.

Ele também é idealizador do Teatro Escola, um projeto que tem o objetivo de mostrar a importância de integrar a arte e estudos da cultura afro brasileira, para atrair e manter os novos jovens nos espaços culturais proporciona-lhes uma nova experiência, de estudos diferenciados e uma pedagogia mais atrativa voltada para expandir e fortalecer os valores da identidade étnico-cultural dos nosso país. A iniciativa pioneira chamou a atenção do Instituto Itau Cultural, que vem buscando gestores e espaços que desenvolvam projetos sociais nesse modelo de transformação social.

“Sem sombra de dúvidas vou representar todos os negros neste setor da cultura, apesar da evolução ainda nós negros não ocupamos o espaço da arte como deveria ser construção da cultura afro brasileira”, declara Nell Araujo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]