+ Manchetes >

Feira de Santana: música, poesia e arte encantam o público no 13º aniversário da FUNTITEC

Dann Silveira e Lorena Carvalho apresentam show no Museu de Arte Contemporânea.

Dann Silveira e Lorena Carvalho apresentam show no Museu de Arte Contemporânea.

Feira de Santana é uma cidade que conecta uns aos outros, afinal, tudo passa por ela. Por esse motivo a cultura e o povo feirense estão sempre importando jeitos, estilos, músicas e sorrisos, mas é hora de exportar. E foi isso que o cantor, compositor e poeta Dann Silveira, fez com sua ida a Portugal.

O cantor levou a cultura feirense através da poesia, para Portugal, com incentivo da Fundação Cultural Egberto Tavares Costa (FUNTITEC), e na última quinta-feira (12/07/2018), ele trouxe o resultado dessa viagem poética para o Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (MAC), como parte da comemoração ao 13º aniversário da Fundação.

“Nós tivemos uma receptividade muito calorosa, eram muitas pessoas envolvidas com poesia, poetas e declamadores, e é muito interessante trazer para Feira de santana essa experiência que vai enriquecer ainda mais o nosso trabalho”, conta o cantor.

Uma reunião de diversos artistas

A apresentação foi uma celebração, não só do aniversário da FUNTITEC, mas também da cena cultural feirense, já que figuras que ajudam a construí-la todos os dias estavam presentes, prestigiando o momento. Uma delas foi a designer Flávia Sacramento que, surpresa com a homenagem de ter suas roupas vestindo o cantor, expressou a felicidade de ver a cultura de sua cidade crescer a cada dia.

“É muito importante a cultura da cidade está sendo bem representada, algo que antes se falava muito pouco. Era comum achar que Feira não tinha cultura, que não tinha poesia, e hoje vemos que tem tudo isso com artistas maravilhosos a sua frente”, pondera a designer.

Mistura de poesia, música e obras de arte encanta a todos

Um personagem à parte foi o próprio Museu, com seus quadros e fotos, inspirando e completando o cenário do show lítero-musical. “Adoro essa mistura de poesia e música com obras de artes estampadas na parede, é lindo poder ter música dentro do Museu. Esse intercâmbio de culturas e artes, valorizando o que nós temos. Isso é de grande importância para personalizar a cultura da nossa cidade”, explica a cantora Márcia Porto.

Momento de pausa com poesia

Em um momento de pausa no show para interação com o público, descobrimos que os fãs do cantor também são artistas, que se inspiram em Dann Silveira e em suas produções. Como é o caso de Juliana Cordeiro, poeta que declamou um de seus textos. “Pra mim foi uma satisfação muito grande participar do show de Dann, que é um artista singular. Eu já escrevo a muito tempo, então estar aqui com ele pra mim foi um encontro poético, de almas. Foi um encontro com a poesia”, relata.

Vale a pena viver de arte

“Enquanto houver poesia” é apresentado por Daniel Silveira, e sua produtora, Lorena Carvalho, que ressalta o amor pela arte e acredita no impacto que a poesia tem na vida das pessoas “Quem quiser viver de arte aproveite, porque vale a pena. Ser artista como toda profissão precisa de preparo e muito estudo. É acreditar que aquilo vale a pena ser feito e mostrado. Então, vamos mostrar a cara, vamos mostrar a arte.”, incentiva o casal.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]ebahia.com.br