Estudante que sonha ser treinadora participa da Caravana da UNICEF, em Feira de Santana

A estudante Ingrid Santos encontra na Caravana do Esporte e das Artes uma oportunidade de se aproximar do sonho de ser treinadora.

A estudante Ingrid Santos encontra na Caravana do Esporte e das Artes uma oportunidade de se aproximar do sonho de ser treinadora.

A paixão pelo esporte surgiu quando ela tinha apenas 3 anos, período em que seu pai começou a levá-la aos campos de futebol do Distrito de Maria Quitéria. Ingrid Santos, de 14 anos, começou então a acompanhar a prática esportiva. Aluna do 8º ano da Escola Municipal José Tavares Carneiro, situada no mesmo distrito, ela encontrou na Caravana do Esporte e das Artes, uma oportunidade de se aproximar do seu sonho: ser treinadora.

A Caravana do Esporte e das Artes está em Feira de Santana desde segunda-feira (23/07/2018), com diversas atividades. Cerca de 500 estudantes da Rede Municipal de Ensino participam de atividades em oito mini-estações em que são oferecidas práticas de vários esportes – basquete, vôlei, futebol, tênis, artes marciais, slackline – esporte de equilíbrio sobre fita elástica – rugby e ainda jogos e brincadeiras.

“Eu gosto de todos os esportes, mas o que eu quero mesmo é aprender o máximo possível e aí poder treinar os atletas”, declara. No evento desde o início da manhã desta terça-feira, 24, Ingrid já havia jogado vôlei e estava animada para participar de tudo. “Geralmente, não temos essas oportunidades lá na comunidade, principalmente as meninas, pois os campeonatos que são realizados, não trazem a modalidade feminina”, destaca Ingrid.

Além da escassez de esportes femininos na comunidade, ela também não encontrava em seus antigos colegas de classe, a mesma vontade que sempre demonstrou e acabou encontrando nos atuais. “No ano passado, meus colegas não gostavam muito da aula de Educação Física, o que acabava prejudicando a prática dos esportes. Nesse ano, todos estavam ansiosos para vir pra a Caravana”, completa Ingrid.

A prática dos esportes oferecidos pela Caravana não busca encontrar os melhores rendimentos entre os jovens, mas sim democratizar essa prática. Não deixar ninguém de fora. Em cada tenda, cada modalidade conta com a participação média de 30 alunos, na mesma faixa etária, envolvidos simultaneamente nos jogos, modelo aprovado pela futura treinadora. “Gostei dessa organização por que assim todos participam e é mais divertido!”, argumenta.

Competição dá lugar a diversão

Lusanira Nogueira, professora de geografia e uma das responsáveis por acompanhar os estudantes, acredita que este tipo de prática esportiva é importante por não se tratar de competição, mas sim de proporcionar prazer aos alunos. “Com o incentivo ao esporte desta maneira podemos formar um grande profissional no futuro que, inclusive, atue no município”, enfatiza a professora.

As atividades da Caravana do Esporte e das Artes acontecem até esta quarta-feira, 25, no Complexo Poliesportivo Oyama Pinto, no Bairro Campo Limpo. A iniciativa é do Instituto Esporte & Educação (IEE), da rede de TV ESPN, em parceria com a Disney, companhia internacional de entretenimento, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, UNICEF, e conta com o apoio da Prefeitura e diversas secretarias municipais.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]