Vereador questiona ampliação do números de boxes do Shopping Popular de Feira de Santana

Luiz Ferreira (Luiz da Feira): estão sendo construídas 2.500 lojas, mas só foram cadastrados 1.800 camelôs dessa cidade.

Luiz Ferreira (Luiz da Feira): estão sendo construídas 2.500 lojas, mas só foram cadastrados 1.800 camelôs dessa cidade.

Ao discursar na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta quarta-feira (13/06/2018), o vereador Luiz Ferreira Dias (Luiz da Feira, PPL), repercutindo manifesto do deputado estadual e radialista Carlos Geilson no programa Jornal Transamérica, veiculado na Rádio Transamérica FM, revelou preocupação com os camelôs de Feira de Santana tendo em vista que e houve ampliação do número de boxes do shopping popular, que está sendo construído pelo Governo Municipal no Centro de Abastecimento.

“Fiquei feliz em ver o deputado estadual Carlos Geilson preocupado com os nossos camelôs, preocupado com a possível ocupação do espaço do nosso shopping popular pelos empresários estrangeiros. Estão sendo construídas 2.500 lojas, mas só foram cadastrados 1.800 camelôs dessa cidade. Os empresários cresceram o olho com o empreendimento. O projeto pulou de 1.800 para 2.500 boxes”, reclamou.

O edil afirmou que já comunicou a situação ao Governo Municipal e à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, bem como solicitou ao presidente da Fundação Doimo e do Grupo Uai, Elias Tergilene, responsável pela obra do Centro Comercial Popular de Feira de Santana, o projeto de construção do equipamento. “Solicitei o projeto, mas até o momento não obtive nenhum retorno. Estou preocupado com a situação dos camelôs de nosso município. Que o prefeito Colbert Martins abra o olho para essa situação”, concluiu.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]