Há 12 anos, Lula levava luz elétrica para o interior da Bahia; Luz para Todos tirou 15,6 milhões de brasileiros da escuridão

Em 2006, o programa Luz para Todos foi implantado no interior da Bahia e permitiu que milhares de pessoas tivessem acesso pela primeira vez a luz. Em 12 anos, Luz para Todos tirou 15,6 milhões de brasileiros da escuridão. Lula: "Quero dizer para vocês que, agora, eu vou ter o prazer de ir numa casa de uma camponesa acender o biquinho de luz, para que ela chegue ao século XXI.".

Em 2006, o programa Luz para Todos foi implantado no interior da Bahia e permitiu que milhares de pessoas tivessem acesso pela primeira vez a luz. Em 12 anos, Luz para Todos tirou 15,6 milhões de brasileiros da escuridão. Lula: “Quero dizer para vocês que, agora, eu vou ter o prazer de ir numa casa de uma camponesa acender o biquinho de luz, para que ela chegue ao século XXI.”.

Em 2006, há exatos 12 anos, no interior da Bahia, na pequena cidade de Santo Amaro da Purificação, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva iluminava a vida de duas mil pessoas de 29 comunidades rurais dentro daquela região por meio do programa Luz para Todos.

Naquele dia, ex presidente levava mais do que luz elétrica para as pessoas: levava também novas oportunidades de trabalho. “Bem, nós vamos ter que fazer muita coisa ainda neste país, afinal de contas, 500 anos de esquecimento não serão resolvidos em quatro, cinco, seis ou nove anos. Quinhentos anos para ser recuperados precisam de muitos anos, de muito trabalho para a gente recuperar.”, afirmou.

Criado três anos antes, em 2003, o Luz para Todos nasceu com o objetivo de fornecer luz elétrica para todas as áreas rurais do Brasil. Só no Nordeste, atendeu cerca de 7,5 milhões de pessoas e mais de 15,6 milhões espalhadas por todos os cantos do país desde então.

Hoje, é difícil imaginar que antes do programa milhares de famílias viviam, como costuma dizer o próprio Lula, “a base de candeeiro”. “Quando você leva luz na casa de uma pessoa, você está tirando essa pessoa das trevas e colocando essa pessoa no mundo mais claro, você está tirando essa pessoa do século XVIII e trazendo para o século XXI.”, declarou o ex-presidente.

Lula fez questão de afirmar que o objetivo principal do programa era a criação de emprego. “São quase 5 mil frentes de trabalho no Brasil inteiro, andando nos lugares mais distantes do país, colocando luz elétrica. Só para vocês terem dimensão, sabem quanto de fio já foi colocado? 260 mil quilômetros de fios. Isso significa que esse fio todo que nós colocamos até agora daria para dar seis voltas no planeta terra.”, atestou.

O ex-presidente reconheceu na ocasião que “o Brasil não estava preparado, a gente não tinha fábrica de poste para produzir os postes em quantidade e a gente queria que os postes da Bahia fossem produzidos na Bahia, a gente queria que os trabalhadores fossem da Bahia e não trabalhadores de outros estados. Porque nós queríamos que as empresas, aqui na Bahia, em Pernambuco, no Rio de Janeiro, cada uma se desenvolvesse, para que a gente pudesse atender não apenas a demanda, mas pudesse atender a manutenção disso, a orientação das pessoas, porque a gente vai começar com duas tomadas, não é isso?”

Ao longo de seu governo, Lula criou diversos outros programas sociais que trouxeram melhorias significativas na vida de milhões de pessoas. Seu legado é muito mais do que os números.  São oportunidades de viver com mais dignidade.

“Ou seja, aos poucos nós vamos construindo o Brasil que nós sonhamos há muito tempo. O Brasil que o Waldir sonhou, o Brasil que o Itamar sonhou, o Brasil que o Tiradentes sonhou, o Brasil que o Frei Caneca sonhou, ou seja, o Brasil que vocês sonham deixar para os filhos de vocês, porque todos vocês querem deixar para os filhos um mundo melhor do que aquele que vocês receberam dos seus pais. Esse é o sonho.” certificou o ex presidente ao final de seu discurso.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]