Em Brasília, secretário estadual Maurício Barbosa apresenta o Centro de Operações e Inteligência de Segurança Pública 2 de Julho

Maurício Barbosa: no Centro de Operações e Inteligência, integramos a área de inteligência com os serviços de 190, o disque denúncia, o monitoramento de aproximadamente 1.000 câmeras espalhadas pela capital e a utilização de radares, em parceria com o Detran, a Polícia Rodoviária Federal e órgãos municipais.

Maurício Barbosa: no Centro de Operações e Inteligência, integramos a área de inteligência com os serviços de 190, o disque denúncia, o monitoramento de aproximadamente 1.000 câmeras espalhadas pela capital e a utilização de radares, em parceria com o Detran, a Polícia Rodoviária Federal e órgãos municipais.

O Centro de Operações e Inteligência de Segurança Pública 2 de Julho e toda a sua estrutura tecnológica, utilizada no combate a criminalidade e no monitoramento de grandes eventos, foi apresentado, na tarde desta quarta-feira (13/06/2018), na Academia Nacional de Polícia Federal, em Brasília, durante palestra proferida pelo secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa.

No Seminário Nacional de Segurança Pública, que ocorre até amanhã (14), o gestor explicou para colegas e dirigentes de Polícia Civil, Militar e Técnica de outros estados, representantes da Polícia Federal, Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e de Guardas Civis Municipais como são empregados os recursos disponibilizados pela unidade e também pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

“No Centro de Operações e Inteligência, integramos a área de inteligência com os serviços de 190, o disque denúncia, o monitoramento de aproximadamente 1.000 câmeras espalhadas pela capital e a utilização de radares, em parceria com o Detran, a Polícia Rodoviária Federal e órgãos municipais”, detalhou.

O centro – que agrega as forças de segurança federal, estadual e municipal – foi inaugurado em julho de 2016, após um investimento de aproximadamente R$ 260 milhões, feito pelo Governo do Estado, no projeto e aquisição de equipamentos de ponta.

Além dos grandes eventos que já fazem parte do calendário anual da Bahia, como o carnaval, todo seu aparato tecnológico foi também utilizado no gerenciamento de crises, a exemplo da última paralisação nacional de caminhoneiros, e em competições esportivas como os Jogos Olímpicos.

*Com informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP Bahia).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]