A saída agora para os servidores municipais de Salvador é a judicialização, diz vereador

Edvaldo Brito: Vamos aos tribunais e uma liminar não deixará que os trabalhadores sejam prejudicados, até a anulação total desde projeto inconstitucional.

Edvaldo Brito: Vamos aos tribunais e uma liminar não deixará que os trabalhadores sejam prejudicados, até a anulação total desde projeto inconstitucional.

O jurista e vereador Edvaldo Brito (PSD) votou na segunda-feira (18/06/2018) contra o Projeto de Lei Complementar (PLC 01/18), enviado pelo prefeito, que retira direitos adquiridos dos trabalhadores ao revogar um artigo do plano de cargos dos servidores da saúde. Foi uma sessão de muita tensão, que teve o plenário invadido e precisou da interferência de policiais militares para que chegasse ao fim. Do lado de fora, a Rua Chile e a Praça Municipal estavam interditadas, tomadas por servidores municipais.

Durante a discussão do projeto, Brito ocupou a tribuna para protestar, pois, segundo ele, a proposta é inconstitucional: “Basta o artigo 13 para atestar a inconstitucionalidade, porque retira direito adquirido ao anular a progressão salarial que já existe há anos. Se respeitassem as pessoas, não precisaríamos estar aqui nesse clima de tensão e nem a rua estaria lotada. Se isso acontece, é porque o governo municipal ditatorial perdeu a legitimidade”.

O vereador afirma que a solução agora é levar a questão para a Justiça. Na saída da Câmara, os manifestantes deram a ele o microfone e Brito se manteve ao lado dos servidores: “Perdemos hoje aqui, mas vamos ganhar na Justiça. Coloco-me à disposição de vocês para orientá-los contra esse absurdo. Vamos aos tribunais e uma liminar não deixará que os trabalhadores sejam prejudicados, até a anulação total desde projeto inconstitucional”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]