Tema da Campanha da Fraternidade é discutido em audiência pública na Câmara Municipal de Feira de Santana

Vereadores discutem tema da Campanha da Fraternidade na Câmara Municipal de Feira de Santana.

Vereadores discutem tema da Campanha da Fraternidade na Câmara Municipal de Feira de Santana.

A Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS) promoveu, na manhã desta quinta-feira (03/05/2018), Audiência Pública para discutir com a sociedade civil e órgãos competentes a abrangência da Campanha da Fraternidade 2018, que tem como tema ‘Fraternidade e Superação da Violência’. A sessão foi realizada atendendo ao ofício da Comissão de Reparação, Direitos Humanos, Defesa do Consumidor e Proteção à Mulher. A vereadora Eremita Mota (PSDB) presidiu a sessão compondo a mesa de honra ao lado do suplente de deputado estadual Ângelo Almeida, o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Governo, Gilvan Leal; o Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro; e o presidente da Cáritas Arquidiocesana, Reginaldo Dias Miranda.

Ao saudar os presentes e parabenizar a Câmara Municipal de feira de Santana pela promoção do debate, o Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro, destacou a importância de discutir o tema da Campanha da Fraternidade 2018, pontuando as consequências da violência para a sociedade. O líder católico lamentou os altos índices de violência registrados no país. “O tema Fraternidade e Superação da Violência é de grande relevância para a sociedade, não é a primeira vez que a Campanha trata desse tema. Ao longo de 50 anos, a violência foi tema da Campanha por sete vezes, O que nos faz perceber como é complexa e persistente a violência em nosso país, ela tem raízes profundas e é difícil de combatermos”, lamentou.

O suplente de deputado estadual Ângelo Mario Cerqueira de Almeida, parabenizou o trabalho da Igreja Católica no sentido de pregar a paz e a melhoria da qualidade de vida da população. Para ele, é preciso investir em políticas públicas de combate à desigualdade social. “A violência não é fruto de pobreza, mas colheita da desigualdade social. Devemos saudar e parabenizar a Igreja Católica que nos possibilita debater esse tema tão importante por todo o país. A saída está na política e a democracia exige que a política seja valorizada. A desigualdade social é a marca registrada do que estamos vivendo hoje no Brasil e espero que seja transformada essa realidade, a saída é pela política e fortalecimento da educação e base no Brasil”, concluiu.

Representando o prefeito de Feira de Santana Colbert Martins da Silva Filho, , o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Governo, Gilvan Leal, reafirmou a importância de consolidação da paz no cenário nacional e lamentou a perda de importantes valores no ambiente familiar. “Esse não é um mal que se instalou apenas no Brasil. Como vamos reagir diante de um processo se não conseguimos perdoar. Uma célula fundamental para consolidar a paz é a valorização do seio familiar Reginaldo Dias Miranda, presidente da Cáritas Arquidiocesana, parabenizou a Comissão responsável pela proposição da discussão. “Construir a fraternidade com a promoção da cultura da paz não é papel exclusivo da Igreja, mas também da política. Não é uma tarefa fácil, mas precisamos nos dedicar para essa conquista. Essa Câmara de vereadores precisa, sim, implementar políticas públicas que incentivem a cultura da paz e superação da violência”, afirmou, fazendo coro ao discurso de Ângelo Almeida defendendo a importância de combate às desigualdades sociais.

Vereadores

O vereador Cadmiel Mascarenhas Pereira (PSC) agradeceu a aprovação do requerimento solicitando a realização da referida sessão. “É de extrema importância essa Câmara de veradores não se furtar desse debate. E, 3 de fevereiro participei de debate em torno da Campanha da Fraternidade e me comprometi a trazer esse debate para essa Câmara Municipal de vereadores. O tema e o lema da Campanha da Fraternidade está pautado no Evangelho de Matheus. Quero parabenizar a Cáritas e à Igreja Católica por esse debate ocorrido nesta manhã”, afirmou lamentando os dados que apontam a Bahia ocupando o 5º lugar no ranking da violência no país.

Ao cumprimentar os presentes, o vereador Roberto Luis da Silva Tourinho (PV) pontuou a corrupção como uma das mais graves formas de violência. “Estamos vendo o nosso país em situação de falência. Uma rede de televisão está promovendo uma campanha para saber qual o país que nós brasileiros queremos. E um país sem corrupção já é um avanço contra a violência. Em Feira de Santana no ano de 2017 tivemos mais gente assassinada do que em Nova York, que possui aproximadamente 9 milhões de habitantes”, relatou. Para a vereadora Gerusa Sampaio (DEM), a Campanha da Fraternidade é uma importante ferramenta para debater temas de grande relevância social. A edil comemorou os avanços alcançados pelo município, mas defendeu a necessidade de novos investimentos para o combate à criminalidade e para assistência e acolhimento das vítimas e do cidadão agressor. “A Câmara Municipal de vereadores dá uma prova hoje de que está comprometida com a superação da violência. Temos políticos sérios e comprometidos em diminuir os casos de violência em nosso município. Mas, precisamos entender a necessidade de cuidar também dos agressores, eles precisam de políticas públicas para tratar, cuidar e ressocializar o indivíduo agressor,  a violência necessita de tratamento de saúde. Deixo aqui minha fé e esperança que cada um de nós pode lutar pela justiça, pela igualdade e pela fraternidade”, destacou a vereadora Gerusa Sampaio.

O vereador José Marques de Messias (Zé Curuca, DEM) parabenizou a Igreja Católica por abordar a violência como tema da Campanha da Fraternidade deste ano. “É importante semearmos a paz. A violência não leva ninguém a lugar a nenhum. O tema da Campanha nos leva a refletir sobre a importância de defender a prática da paz e o combate da violência em nosso país. Os valores familiares estão sendo perdidos, os jovens não pedem mais a benção aos pais e nem respeitam os mais velhos. Devemos procurar fazer o bem sem olhar a quem”, concluiu.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Assine o JGB

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]