Presidente Michel Temer extingue fundo soberano por meio de medida provisória; recursos serão usados para pagamento da Dívida Pública Federal; saque à Nação é voraz e população é penalizada

Governo do presidente Michel Temer entrega riqueza da nação aos rentista, ampliando empobrecimento do povo. Perversão neoliberal do governante representa décadas de retrocesso social.

Governo do presidente Michel Temer entrega riqueza da nação aos rentista, ampliando empobrecimento do povo. Perversão neoliberal do governante representa décadas de retrocesso social.

O presidente Michel Temer editou nesta segunda-feira (21/05/2018) medida provisória (MP) extinguindo o Fundo Soberano do Brasil (FSB). O fundo soberano é uma espécie de poupança do governo criada em 2008, em um momento de superávit primário, com objetivo de aumentar a riqueza do país, estabilizar a economia e promover investimentos em ações e projetos de interesse nacional.

De acordo com a MP, os recursos do fundo serão usados para pagamento da Dívida Pública Federal. No início deste mês, o governo já havia resgatado R$ 3,5 bilhões do Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização (FFIE) para usar nos vencimentos da Dívida Pública Federal. Os recursos do FFIE são todos do Fundo Soberano. Também compõem o fundo: recursos do Tesouro Nacional, títulos públicos de empresas como o Banco do Brasil e a Petrobras e outras aplicações financeiras.

A extinção do Fundo Soberano já era prevista e faz parte das 15 medidas anunciadas pelo governo em fevereiro e consideradas prioritárias do ponto de vista econômico e fiscal. O Fundo Soberano tinha R$ 26 bilhões até o fim do ano passado e tinha como objetivo usar lucros do pré-sal para desenvolver projetos de interesse do Brasil no exterior. O Tesouro Nacional já trabalhava nas vendas das ações em poder do fundo para embolsar os recursos e encerrá-lo.

Empobrecimento da Nação

O governo opressor e ilegítimo de Michel Temer (PMDB/SP) tem depauperado a classe trabalhadora, ampliando a riqueza de rentistas, do capital internacional e da plutocracia, autocrática autoritária encastelada no Estado Nação.

O uso do Fundo Soberano para pagamento dos rentistas é mais um exemplo de como a riqueza do Estado Nação está sendo destruída pelos usurpadores do mandato popular da presidente Dilma Rousseff.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]