Motoristas das Forças Armadas e PF estão conduzindo caminhões; informação foi divulgada pelo ministro do GSI

Policiais militares do Exército Brasileiro escoltam caminhões com tanque de combustível.

Policiais militares do Exército Brasileiro escoltam caminhões com tanque de combustível.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen, disse que motoristas das Forças Armadas e da Polícia Federal já estão conduzindo veículos de transporte de carga para normalização do abastecimento de combustível no país, e citou caminhões-tanque que foram escoltados para abastecer o Aeroporto Internacional de Brasília.

Segundo o ministro, está se caminhando para a normalização do abastecimento de combustível e cargas, no entanto, não ocorrerá rapidamente. “Não é rápido. Cada caminhão parado por muito tempo poderia ter feito várias viagens”, disse o ministro, após ter participado da segunda reunião do dia do gabinete da Presidência da República, no Palácio do Planalto, que está monitorando os protestos e bloqueios feitos pelos caminhoneiros nas estradas, que chegaram ao sexto dia.

O governo editou decreto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, neste sábado (26), que “autoriza a requisição de veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais pelas autoridades”. O decreto autoriza o ministro da Defesa a determinar que servidores públicos habilitados, entre eles militares das Forças Armadas, requisitem e conduzam caminhões para realizar a entrega de cargas.

Aeroportos

O ministro disse ainda que a situação dos aeroportos está quase normalizada, principalmente os de Brasília e Recife que apresentavam os maiores problemas com a falta de combustível.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Assine o JGB

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]