Médium Aran e Doutor Fritz: 21 Anos de amor e caridade aos necessitados

Disse Jesus, profetizando sobre aqueles que viriam em seu nome:

— Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

Juarez Bomfim e Kleber Aran

Juarez Bomfim e Kleber Aran

Noite de segunda-feira, 07 de maio de 2018, encontro ecumênico de fé e caridade na Sede da “Sociedade Espírita Brasileira Amor Supremo” em Lauro de Freitas – Bahia. Está prestes a iniciar os tratamentos espirituais do Doutor Fritz-Médium Aran, para um grande e ordeiro grupo de pessoas necessitadas de auxílio para os seus males físicos, mentais e emocionais.

Antes do início dos atendimentos, é festejada uma data especial: neste maio de 2018 completam 21 anos da missão do médium com o médico do espaço; 21 anos de colaboração entre Kleber Aran e Adolph Fritz.

Foi assim: na manhã de 11 de maio de 1997, em Anápolis – Goiás, o jovem médium Kleber Aran visitava os hansenianos, nos quais dava passes curativos através da imposição de mãos. De repente, Aran sentiu uma energia muito forte, um peso quase insuportável sobre os ombros. E bradou:

— Meu Deus, o que é isso?!

Foi quando ele incorporou pela primeira vez o espírito do Dr. Adolph Fritz, médico alemão.

— Aí eu incorporei Dr. Fritz — fala Kleber Aran — isso lá com os hansenianos de Anápolis, ele veio e falava em alemão e todo mundo sem entender, não entendiam nada… Ele pediu um bisturi… não tinha…. Então ele pegou uma lapiseira, introduziu na barriga (de um doente), cortou com a lapiseira e espremeu e saiu um tumor para fora e colou com o dedo o corte da incisão. Ele falou assim:

— Fale que eu sou Adolph Fritz e vou trabalhar com ele por 26 anos.

Logo depois Dr. Fritz foi embora.

Kleber Aran temeu. Não estava disposto a trabalhar com Dr. Fritz. Tinha medo. Lembrava das mortes trágicas dos médiuns que incorporavam Dr. Fritz: José Arigó morto em um acidente de carro; Edson Cavalcante Queiróz assassinado…

— Eu não quero morrer tragicamente… eu não quero… você pensa logo na morte. Eu fiquei uma semana com medo de dirigir… com medo de um acidente…. Aí toda vez que o Dr. Fritz vinha eu chorava porque ia morrer… aquelas coisas… E multidões chegando…

Isto é, centenas de pessoas chegando para o atendimento caritativo.

Relembrando afinidades e a amizade em vidas passadas, com o tempo Kleber Aran desenvolveu forte afeição pela entidade Dr. Fritz.

— Eu vejo ele como eu vejo vocês. E eu falei assim, Dr. Fritz, posso fazer uma pergunta?

— Pode.

— É verdade que quem incorpora o senhor tem uma maldição? Morre tragicamente?

Surpreendentemente, o sisudo e grave Dr. Fritz sorriu. “Aí ele riu. Eu nunca tinha visto ele sorrir… e ele riu”, relembra Aran.

— Não, não é uma maldição…

O certo é que o Médium Aran já trabalha há 21 anos com o Espírito Dr. Fritz.

— Eu já estou há 21 anos com ele. Ele marcou que seriam 26 anos e depois ele daria o restante dos anos.

Nesta data, maio de 2018, desejamos longa vida a esta amizade e cooperação, que vem lá de longe, de outras vidas vividas aqui no mundo Terra.

Dr. Fritz com a faca na mão para as cirurgias espirituais

Dr. Fritz com a faca na mão para as cirurgias espirituais

Quem é Kleber Aran

A infância de Kleber Aran Ferreira foi bem diferente das outras crianças e bastante conturbada. Desde a mais tenra infância ele já começara a manifestar, de forma ostensiva, as primeiras faculdades paranormais. O primeiro fenômeno manifestado foi quando Aran, ainda com quatro anos de idade, começou a levitar 3 dedos acima da cama em que ele dormia. Seus pais apareceram em seu quarto nesse momento e constataram, muito assustados, o fenômeno da levitação.

De família evangélica, Aran desde cedo sofreu a incompreensão de muitas pessoas que conviviam com ele e principalmente dos seus colegas de escola. Desejoso de encontrar respostas para esses fenômenos, o jovem acabou se isolando um pouco do convívio social.

O afloramento de sua mediunidade desde cedo já o permitia ver e falar com espíritos como se fossem pessoas normais presentes. Muitas vezes Aran enxergava o plano espiritual como se estivesse no plano físico. Para ele não havia uma fronteira bem definida entre os dois mundos, e sua consciência podia ir de um a outro plano com certa facilidade. Essa abertura mediúnica lhe rendeu muitas dúvidas e incompreensões, que só viriam a ser resolvidas muitos anos mais tarde.

Ainda na infância, era comum que certos fenômenos paranormais e mediúnicos se manifestassem sem aviso prévio. Kleber Aran conta que em várias ocasiões ele subitamente perdia a consciência e desmaiava no chão, ficando deitado inconsciente sem qualquer reação.

Nesse momento, ele se via saindo do corpo físico em corpo espiritual. No estado de desdobramento corpóreo, Aran se encontrava em seu corpo astral e via frequentemente seu corpo físico deitado no chão com muitas crianças em sua volta observando. Não raro apareciam seres de luz em forma de crianças que vinham conversar com ele e lhe ajudar.

Em várias ocasiões os espíritos lhe disseram que ele precisava retornar ao corpo físico, pois não poderia ficar muito tempo nos planos espirituais. Aran, em sua inocência infantil, dizia que não queria voltar, pois, no plano espiritual, ninguém o discriminava, mas no plano físico, e principalmente em sua escola, ele era muito discriminado. As crianças viviam chamando-o de “anormal” por conta desses acontecimentos.

Certo dia ocorreu um fato com Kleber Aran que lhe rendeu a proteção de uma de suas professoras, impressionada que ficara com o caráter incomum de suas experiências. Na sala de aula, o menino Aran percebeu um homem ao lado de sua professora. Esse homem veio até ele e lhe revelou ser o pai da professora, e afirmou ter acabado de desencarnar. O menino comentou isso com a professora e ela disse que, caso ele não parasse com a brincadeira, seria colocado de castigo.

O pai recém-falecido pediu então a Kleber Aran que transmitisse uma mensagem a ela. Ele disse:

— Diga a minha filha que eu acabei de sair do plano físico, mas estou muito bem. Diga também que logo ela receberá a notícia do meu falecimento, mas diga a ela que está tudo bem comigo.

Após transmitir a mensagem, Aran disse o nome completo do desencarnado. A professora ficou espantada, pois jamais havia mencionado o nome de seu pai a qualquer aluno. Depois de aproximadamente 15 minutos, toca o telefone na secretaria da escola, e ela recebe a informação oficial da morte de seu pai. A partir desse dia, sua professora começou a lhe dar proteção contra o bulling que o menino Kleber Aran sofria dos seus colegas da escola.

(Informações sobre a infância de Kleber Aran extraídas do site:

< https://hugolapa.wordpress.com/2014/11/25/medium-kleber-aran/ > )

Cirurgia espiritual do Dr. Fritz

Cirurgia espiritual do Dr. Fritz

Dr. Adolph Fritz e Kleber Aran

Adolph Fritz, quando encarnado, prestou serviço ao Exército Alemão durante a I Guerra Mundial na condição de médico-cirurgião. Havia um jovem soldado combatente, ao qual o médico se afeiçoou e se tornaram amigos. Contam que, heroicamente, esse soldado morreu numa batalha para salvar a vida do médico e amigo, ao receber a carga de baioneta que era destinada a eliminar Adolph Fritz.

O médico também faleceu durante a I Grande Guerra. Quando morreu aqui em matéria, a alma de Adolph Fritz foi levada para as zonas umbralinas, para o mundo da escuridão. Lugar de dor e sofrimento. Lugar tão trevoso e denso que na tradição cristã é chamado de purgatório — sendo os planos mais baixos denominados de infernos.

Porém, por seus atributos e qualidades desenvolvidas quando encarnado aqui no mundo Terra, Adolph teve a humildade de reconhecer os seus erros, suas culpas e rebeldias. Chorou amargamente ao tomar consciência de seus pecados. Pediu sincero perdão a Deus e clamou por socorro.

Uma prestimosa equipe de luminosos socorristas foi em seu auxilio, resgatá-lo da escuridão. 3 seres de luz: os espíritos Aleijadinho, Frei Fabiano de Cristo e Dr. Bezerra de Menezes. Resgatado, o Espirito Adolph Fritz foi levado a um Campo de Luz para a sua regeneração espiritual. Lá, no seu processo de desenvolvimento e para pagamento de débitos cármicos, pelas suas qualidades de bom médico e bom curador, assumiu o compromisso de vir à Terra prestar obras de caridade, em benefício de irmãos necessitados — encarnados e desencarnados.

Desde 1997, o médium escolhido para auxiliar o Espírito Dr. Fritz é o sr. Kleber Aran Ferreira. Ainda durante a infância e juventude Aran teve, por diversas vezes, sonhos repetidos com guerras e conflitos armados. Via cenas de batalhas acontecendo e se via como um dos personagens desses episódios. Ele via hospitais cheios de feridos de guerra, pessoas correndo, gritando, muita gente sangrando, mutilada e em total desespero. Anos depois Kleber Aran veio entender que esses sonhos eram recordações de sua última vida passada, onde ele participou da I Guerra Mundial ao lado do Dr. Adolph Fritz.

Por conta do forte carma gerado a partir da participação na I Grande Guerra nesta vida passada, tanto o espírito do Dr. Fritz quanto o espírito do Médium Aran decidiram, ainda no Plano Espiritual, firmar um compromisso que visava a regeneração da humanidade pela cura espiritual — e também uma missão em benefício de suas próprias almas.

Essa foi a forma que o Mundo Maior encontrou para a transmutação do carma negativo gerado por eles, pela participação na grande carnificina que perdurou de 1914 a 1918, em que ambos tomaram parte. Através da mediunidade como instrumento de cura, Kleber Aran e o Espírito Dr. Fritz ajudariam milhares de pessoas e também amenizariam os seus carmas de Guerra.

Assim começou a Missão de Luz do Espírito Adolph Fritz. Primeiro com auxílio do médium Zé Arigó (José Pedro de Freitas, 18.10.1921 – 01.11.1971), depois com o aparelho físico do médico pernambucano Edson Queiroz (Edson Cavalcante Queiroz, 23.08.1950 – 05.10.1991) e, na atualidade, com auxílio do aparelho mediúnico do Médium Kleber Aran.

Outros médiuns incorporam o Espírito Dr. Fritz?

Perguntado sobre outros médiuns, em diversos centros espíritas pelo Brasil, afirmarem receber o Espírito Dr. Adolph Fritz, Kleber Aran esclarece:

— Primeiramente eu queria deixar uma coisa bem clara: eu não me importo com o nome. Eu sou um médium de psicofonia a serviço de Deus. Poderia vir um espirito chamado José Maria, que iria trabalhar da mesma forma. Porque muitas vezes, quando você fala nomes importantes como Dr. Bezerra de Menezes, Dr. Fritz… alguns médiuns se exaltam nisto. Eu não, eu estou para servir, eu entrego meu corpo ao Espirito de Luz que veio para fazer a caridade.

Palestrando em 07 de maio de 2018, o Médium Kleber Aran comentou que o próprio Dr. Fritz já havia lhe dito que muitos médiuns pelo Brasil afirmam trabalhar com ele.

Os tratamentos espirituais do Médium Aran e Dr. Fritz

Nesta mesma noite de segunda-feira, 07 de maio de 2018, com a qual comecei esta comunicação, cheguei ao Templo Amor Supremo e sentei nas primeiras cadeiras, ao lado de minha amada consorte Cecília Maringoni e do amigo Luciano Ferreira. Estava bem em frente de onde se formam as filas para as cirurgias espirituais com o Dr. Fritz. Em outro Artigo, faço uma descrição dessas cirurgias visíveis e não-visíveis.

( ver < http://www.jornalgrandebahia.com.br/2016/10/as-incriveis-cirurgias-espirituais-do-medium-aran-e-doutor-fritz/ > )

O Espírito Dr. Fritz, com sotaque carregado, convoca os pacientes com tumores:

Brasileirras…!

Quando ele entra no Salão — aparelhado no Médium Aran — e é recebido por calorosas palmas, a vibração energética do ambiente torna-se mais intensa. Redobro minha atenção.

Bem em frente à minha cadeira, Dr. Fritz, com gestos, solicita a atenção, me mostrando um instrumento perfuro-cortante em suas mãos. Logo depois, faz uma grande incisão nas costas de uma paciente. Espreme um tumor do qual sai uma massa escura, putrefata, em grande quantidade. Insere novamente o instrumento cirúrgico, faz movimentos circulares no interior do organismo da paciente e, depois, espreme mais quantidade desta mesma massa decomposta. Com um movimento de pinça, usando os dedos polegar e indicador da mão direita, ele “cola” o grande corte recém-aberto, que magicamente se fecha.

Recordo uma outra noite de segunda-feira, dezembro de 2017, quando o Dr. Fritz convidou um médico-cirurgião presente no Salão do Templo Amor Supremo, para acompanhar, ao seu lado, as cirurgias invasivas. Percebi que o médico, racionalista, olhava, via, percebia com o sentido visual… porém não acreditava no que os seus olhos estavam vendo. E procurava uma explicação dentro da sua lógica cientificista.

Comentei este fato com o amigo Mário Alves — que acompanhava tudo sentado ao meu lado. Mário, então, emitiu a seguinte exclamação, que me fez rir:

— Esse é pior que São Tomé, que queria ver para crer… pois ele está vendo e não acredita! rsrsrs

Cirurgia espiritual do Dr. Fritz

Cirurgia espiritual do Dr. Fritz

Jesus cura um paralítico

Entrando Jesus num barco, atravessou o mar e foi para a sua cidade. Alguns homens trouxeram-lhe um paralítico, deitado em sua maca. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico:

— Tenha bom ânimo, filho; os seus pecados estão perdoados.

Diante disso, alguns doutores da lei disseram a si mesmos:

— Este homem está blasfemando!

Conhecendo Jesus seus pensamentos, disse-lhes:

— Por que vocês pensam maldosamente em seu coração? Que é mais fácil dizer: ‘Os seus pecados estão perdoados’, ou: ‘Levante-se e ande’? Mas para que vocês saibam que o Filho do Homem tem na terra autoridade para perdoar pecados, Eu disse ao paralítico: ‘Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa’.

Ele se levantou e foi. Vendo isso, a multidão ficou cheia de temor e glorificou a Deus. Diziam:

— Hoje vimos coisas extraordinárias! (Mateus 9:1-8; Lucas 5:17-26)

Kleber Aran por ele mesmo

Kleber Aran Ferreira é médium inconsciente, isto é, ele tem o dom da mediunidade de incorporação inconsciente, que se caracteriza pela inconsciência do médium em relação às atitudes e mensagens da entidade com a qual está trabalhando.

— Sou médium inconsciente. Não lembro de nada, nada. Ainda bem! Já pensou? Se eu tivesse consciente eu iria atrapalhar muito o Dr. Fritz. Porque o cansaço ia bater muito rápido… você olha e vê uma fila quilométrica de pacientes a serem atendidos… se assim no nosso normal, você fala: ai não vou conseguir não! Você vê várias filas… eu já ia ser o primeiro a atrapalhar ele na minha mente. Então ele (Dr. Fritz) me deixa inconsciente para poder trabalhar tranquilamente. Outra coisa: eu tenho pavor de sangue. Eu sou totalmente diferente do Dr. Fritz.

Na sua missão espiritual, Kleber Aran tem sido perseguido e caluniado. Tem estado permanentemente sob suspeita. Pergunto a ele:

— O que o motiva a prosseguir? A perseverar?

Responde:

— O Amor. Quando você ama uma causa, quando você nasce com um compromisso… Uma vez um repórter falou pra mim: “você deve ser um grande merecedor, né Aran?”

O Médium respondeu:

— Não, eu sou um grande devedor… por isso que eu voltei novamente nesta missão.

— Você só abraça uma missão do Cristo se tiver amor. Porque se você tiver no seu normal, na sua sanidade, vai ver que será perseguido, criticado… vai trabalhar muito e não pode esperar nada daqui não, só lá no Plano Espiritual. Então você vai pensar assim: eu não quero isso para mim. Eu quero uma vida pacata, chegar em casa as seis horas da tarde, viver para a minha família, viver uma vida normal. É o nosso objetivo: viver bem, casar, estudar, fazer faculdade, tudo normal. Agora… na missão do Cristo, quando você e um missionário você vai abdicar de muitas coisas.

Continua:

— Eu estou na missão do Dr. Fritz por amor. Porque eu sei que cada um que vem aqui vai ter uma esperança de dias melhores… Porque quando você entra numa casa de Deus você sente a presença dele e sabe perfeitamente que você vai ajudar cada pessoa daquela com um abraço do Dr. Fritz, com sua palavra de amor, com a sua espiritualidade. Quando incorporo Dr. Fritz eu falo sempre assim: estou aqui para servir a ti, Senhor. Entrego meu corpo e minha alma à missão!

Endereço do Templo Amor Supremo na Bahia

Rua Blandina F. da Silva, n° 100 – Loteamento Jardim Aeroporto, Lauro de Freitas – Bahia (Ponto de referência: Rua da Login Informática, próximo ao Hospital Menandro de Faria).

Visitem o site Dr. Fritz Templo Amor Supremo

< www.drfritz.org >

A repórter Mariana Weickert enfia uma faca no médium e paranormal Kleber Aran:

Ver < https://tvuol.uol.com.br/video/parte-1–mariana-weickert-enfia-faca-no-medium-kleber-aran-04028D9A3362D8815326 >

A repórter Mariana Weickert se submete a tratamento com Médium Aran – Dr. Fritz:

Ver < https://tvuol.uol.com.br/video/parte-6—mariana-weickert-se-submete-a-tratamento-com-fritz-04024C983462D8815326 >

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]