+ Manchetes >

Líder governista da Câmara Municipal de Feira de Santana critica atuação do Governo do Estado

Luiz Augusto (Lulinha): estão se aproximando as eleições e com isso o prazo para não anunciar obras.

Luiz Augusto (Lulinha): estão se aproximando as eleições e com isso o prazo para não anunciar obras.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (23/05/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), voltou a criticar a atuação do Governo do Estado em Feira de Santana.

“Estou ouvindo dizer que o Governo do Estado irá entregar viaturas. Quero saber se estas viaturas serão trocadas ou vão chegar mais e agregar as que já estão? Porque muitas vezes ouvimos dizer que vão chegar viaturas, mas as que já têm são retiradas do local, como aconteceu em Jaíba, onde chegaram viaturas e as que já tinham foram levadas para Cipó. Todos sabem que, geralmente, o que acontece é que vencem os contratos com as empresas que vencem as licitações”, pontuou Lulinha.

Segundo o edil, resta pouco tempo para o Governo do Estado continuar anunciando obras. “Estão se aproximando as eleições e com isso o prazo para não anunciar obras. Mesmo sabendo que Feira de Santana é carente de obras do Estado, que não fez nada por ela, ficando apenas nas promessas. Temos que lembrar da promessa de concluir a obra do Centro de Convenções, a construção da linha Norte, linha férrea, aeroporto de carga e descarga e mais o novo hospital geral”, listou.

Lulinha lembrou mais que o colega José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) afirmou que o ex-governador Paulo Souto nada fez por Feira. “Fiz questão de relembrar as obras realizadas em Feira de Santana quando tivemos governadores filiados ou aliados ao DEM. A Escola Estadual do Feira IX, a Escola Estadual Luiz Eduardo Magalhães, Hospital Geral Clériston Andrade, Uefs e mais 99% de todas as obras existentes em Feira de Santana. Porém, com o PT no governo a Bahia parou de crescer e a saúde está um caos”, disse.

E continuou. “Temos hoje em Feira de Santana 115 PSFs, 7 Policlínicas, 15 UBCs, 2 UPAs, o CMDI, CMPC, CAPS  e mais, tudo investido pelo Governo Municipal. Mas, quando se trata de assistência médica ofertada pelo Estado as pessoas passam dificuldades, a exemplo de cirurgias ortopédicas. Sem contar com o salário dos servidores estaduais, que está congelado há anos; a manifestação dos caminhoneiros por conta de alto preço do combustível; sem construção de escolas estaduais em Feira; sem investimentos para a agricultura e mais. Só o Município que investe em Feira, pois o Estado nada faz”, findou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]