Governador Rui Costa critica política econômica do governo usurpador de Michel Temer, apoia protestos dos trabalhadores e conclama superação do impasse para o bem da sociedade; confira vídeo

Governador Rui Costa diz que tem o dever de garantir a ordem e apela para superação do impasse, com a finalidade de manter a estrutura de sociedade.

Governador Rui Costa diz que tem o dever de garantir a ordem e apela para superação do impasse, com a finalidade de manter a estrutura de sociedade.

Em vídeo postado neste sábado (26/05/2018) na rede social; o governador Rui Costa criticou a política econômica do governo usurpador de Michel Temer (MDB/BA), comparou o atual momento do país com o êxito econômico com o Governo Lula, afirmou que a prisão do líder trabalhista é em decorrência da luta histórica em defesa de uma sociedade mais justa e prestou solidariedade à classe trabalhadora que protesta, em decorrência do elevado preços de combustíveis e tarifas.

O governador Rui Costa conclui o depoimento apelando para a superação da crise. Ele alerta que o desabastecimento compromete o funcionamento da sociedade e que é dever dele manter a ordem instituída no Estado da Bahia, para superação dos desafios sociais e econômicos.

— Todos nós estamos indignados com os rumos que o Brasil tomou após o golpe contra a democracia. Respeito, apoio e me solidarizo com todos que protestam legitimamente por um Brasil melhor. No entanto, como governador da Bahia, não posso admitir o colapso dos serviços públicos. Vamos trabalhar para garantir segurança pública, atendimento em nossas unidades de saúde da capital e o funcionamento dos serviços do Governo do Estado. — Diz Rui Costa, governador da Bahia.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]