Vereadores criticam José Marques e defendem a Micareta de Feira de Santana

Luiz Augusto (Lulinha): o distrito cresceu sim, mas por conta do trabalho dos prefeitos que estiveram à frente do nosso município.

Luiz Augusto (Lulinha): o distrito cresceu sim, mas por conta do trabalho dos prefeitos que estiveram à frente do nosso município.

O vereador e líder governista Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM) lamentou o posicionamento do vereador José Marques de Messias (Zé Curuca, DEM) ao afirmar que o Distrito de Humildes recebe migalhas de Feira de Santana. Para Lulinha, o colega deve reconhecer os investimentos promovidos pelos gestores municipais que contribuíram para o crescimento do referido distrito.

“O vereador Zé Curuca tem que tratar Feira de Santana com carinho e respeito, porque Humildes pertence a Feira de Santana. O distrito cresceu sim, mas por conta do trabalho dos prefeitos que estiveram à frente do nosso município. Zé Curuca recebe salário de Feira de Santana, não pode tratar nossa cidade dizendo que dá migalhar a Humildes. Zé Curuca tem que respeitar Feira de Santana”, afirmou.

Para o vereador José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS), Curuca foi infeliz em sua declaração. “Humildes faz parte de Feira de Santana, não se pode dizer que recebe migalhas do Município. Se ele quer dividir o distrito para transformá-lo em cidade, isso é um problema dele. Mas, não pode dizer que feira de Santana repassa migalhas para o distrito porque isso não é verdade”, criticou.

Lulinha ressaltou os importantes investimentos feitos no distrito nas áreas de educação, infraestrutura e saúde. “Humildes cresceu com diversas obras realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana, inclusive obras realizadas em atendimento às solicitações do vereador Zé Curuca”, finalizou.

Vereador João dos Santos defende valorização da Micareta de Feira

O vereador João dos Santos (João Bililiu, PPS), durante pronunciamento na sessão desta terça-feira (17), na Casa Legislativa, teceu duras críticas às declarações do vereador Zé Curuca (DEM). Para Bililiu, o colega foi infeliz em seu discurso ao afirmar que o Distrito de Humildes recebe migalhas do Município de Feira de Santana.

“Curuca foi infeliz quando disse que Humildes recebe migalhas do Município. Não admito que um bom filho maltrate seus pais. Humildes faz parte de Feira de Santana e sempre recebeu atenção devida do Governo Municipal”, afirmou Bililiu.

Em aparte, o vereador Lulinha (DEM), líder do Governo na Câmara Municipal, fez coro ao discurso de Bililiu. “Curuca foi muito infeliz em seu discurso. Humildes pertence a Feira de Santana e todo crescimento do Distrito de Humildes foi resultado dos trabalhos dos prefeitos deste município”, ressaltou.

O vereador Zé Curuca (DEM) se defendeu das críticas. “O Distrito de Humildes é maior que muitas cidades do interior do Estado da Bahia e tem grandes e importantes indústrias que contribuem para o desenvolvimento da economia do município de Feira de Santana”, alegou.

Micareta

Na oportunidade, João Bililiu (PPS) voltou a defender a aprovação do Projeto de Lei nº 55/2018, de sua autoria, que visa transformar a Micareta em Patrimônio Imaterial de Feira de Santana e parabenizou o líder governista, vereador Lulinha (DEM), por criticar a falta de recursos do Governo do Estado para o evento.

“Parabéns ao nobre colega Lulinha por defender a Micareta de Feira de Santana. Uma festa da dimensão de nossa Micareta merece mais respeito. O Projeto de Lei torna a Micareta Patrimônio Imaterial de Feira de Santana, dando ao evento o devido respeito”, finalizou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]