Projeto de extensão leva estudantes da FTC Feira de Santana para as ruas

Projeto de extensão 'Cuidando da Maloca', realizado por estudantes da FTC Feira de Santana.

Projeto de extensão ‘Cuidando da Maloca’, realizado por estudantes da FTC Feira de Santana.

Você deve lembrar o nome do seu vizinho, daquele parente distante que aparece apenas de vez em quando, ou de um ou outro amigo dos tempos de escola. Mas e do garoto que te pediu alguns trocados na sinaleira do cruzamento da Avenida Getúlio Vargas com a com a Rua JJ Seabra? Ou daquela moça jogada em frente a alguma loja na Avenida Senhor dos Passos? Nem sempre damos atenção a todas as pessoas, assim como nem sempre nos lembramos de quem vive nas ruas. O ‘Cuidando da Maloca’ não.

Despertar nas pessoas que vivem em situação de rua o interesse em cuidar de si mesmas é a proposta do projeto de extensão ‘Cuidando da Maloca’, desenvolvido por estudantes de Enfermagem – e agora também de Biomedicina – da FTC Feira de Santana, desde setembro de 2017. Nesta terça-feira (17/04/2018), um grupo de alunos realizou mais uma atividade de promoção à saúde, no praça principal do Bairro Kalilândia.  As pessoas receberam informações sobre parasitoses intestinais.

A iniciativa é da professora Keila Barros, do curso de Enfermagem, que coordena as ações, com suporte da Instituição. Ela avalia a importância do projeto especialmente pela possibilidade de aproximação dos futuros enfermeiros com a população em situação de rua e o aprimoramento daquilo que é absorvido em sala de aula. “Contamos com parceiros nesta caminhada para dar uma melhor qualidade de vida às pessoas que vivem em situação de desabrigo em nossa cidade, como o grupo Sou Ubuntu, a Cáritas Arquidiocesana, o Movimento População de Rua de Feira de Santana e a Associação Cristã Nacional”, enumera.

Mesmo com um tempo curto de atuação, o projeto já conta com histórias interessantes, como a de Mortadela, morador de rua que morria de medo de agulhas. “A gente conseguiu aferir a pressão arterial dele, mas não fazer o teste de glicemia, por conta do seu medo. Então criamos a estratégia de usar a lanceta, que não aparece a agulha”, comenta Keila.

A história de Seu Raimundo também faz parte dos relatos de ações de sucesso do ‘Cuidando da Maloca’ nestes meses de trabalho nas ruas de Feira de Santana. “Ele [Seu Raimundo] é uma pessoa em situação de rua que tinha uma ferida crônica na perna, e por isto somente andava de calças, e tinha um sonho de ir para a praia, mas não o fazia por vergonha da ferida. Tratamos dele e, no último dia do projeto, o encontramos de bermuda e dizendo que iria para a praia com a família”, conta Keila, emocionada pela realização profissional e pessoal. “Muitos podem achar que é pouca coisa, mas para nós do projeto, é um ganho enorme”, conclui.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]