Projeto de empoderamento por meio da reciclagem é destaque no 13º Fórum Social Mundial em Salvador

Integrante do Nova Limpet produz vassouras ecológicas.

Integrante do Nova Limpet produz vassouras ecológicas.

A Nova Limpet será um dos expositores e participantes do Fórum Social Mundial (FSM 2018) que começou ontem, dia 13 e segue até dia 17 de março de 2018, em Salvador, no Campus de Ondina, na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O projeto, criado em 2017 pela Fundação Alphaville e conduzido pela Associação São Cosme e Damião, é realizado em parceria com a prefeitura e se configura como um dos destaques do município de Carapicuiba, na Grande São Paulo, onde é realizado. O coletivo foi formado a partir da metodologia de trabalho da Fundação Alphaville, que prevê o desenvolvimento de comunidades a partir de sua vocação na busca por cidades sustentáveis.

Formado por mulheres que produzem e comercializam vassouras feitas a partir de garrafas pet, a Nova Limpet beneficia 11 pessoas com a produção de, aproximadamente, 300 vassouras por mês feitas a partir de mais de 3 mil garrafas reutilizadas.

Além de estimular o empreendedorismo feminino e o empoderamento, o programa também colabora para que as mulheres, em sua maioria em situação de violência ou vulnerabilidade social, conquistem sua independência financeira através da produção de vassouras ecológicas até três vezes mais duráveis do que as de piaçava.

O FSM 2018 tem como objetivo, dentre outros, reunir as várias experiências para troca de informações; criar pontos de contatos e pensar formas de acumular forças de enfrentamento e superação das estruturas socioeconômicas concentradoras e excludentes.

Nesse sentido, a Nova Limpet terá a oportunidade de apresentar sua experiência no processo de incubação do Centro Público de Economia Solidária de Carapicuíba, no dia 16, às 11h, na Tenda de Economia Solidária. Os trabalhos também serão expostos na Feira de Economia Solidária, representada por várias regiões do Brasil, além de outros países.

“É uma grande oportunidade de mostrar como esse trabalho mudou a realidade social dessas mulheres. Estamos muito honradas por participar desse evento mundial que promove reflexões tão importantes sobre nossa sociedade”, ressaltou Zana Oliveira, representante da Nova Limpet.

Sobre a Fundação Alphaville

A Fundação Alphaville é uma organização sem fins lucrativos, caracterizada como OSCIP, que tem como principal mantenedora a Alphaville Urbanismo. Com o desafio de contribuir com tecnologias sociais para o desenvolvimento de comunidades na busca por cidades sustentáveis, a organização atua com metodologia própria, chamada Convivência que Constrói, para promover a autonomia, a cooperação e a liderança participativa nos grupos com os quais atua. Já desenvolveu projetos com comunidades socialmente vulneráveis, empresas, poder público e associações de moradores. Em 18 anos de atuação, o portfólio da Fundação Alphaville já conta com mais de 210 projetos e mais de 400 mil pessoas beneficiadas diretamente em todo o território nacional.

Sobre o Fórum Social Mundial

O Fórum Social Mundial é uma iniciativa da sociedade civil organizada, nascida em Porto Alegre, em 2001, que promove o encontro democrático, plural e de resistência com o objetivo de incentivar debates, aprofundamento da reflexão coletiva, troca de experiências e a constituição de coalizões e de redes entre os movimentos da sociedade civil organizada e organizações comunitárias que se opõem ao neoliberalismo e ao domínio do mundo pelo capital.

O evento é realizado a cada dois anos, sendo que nos anos de intervalo, fóruns temáticos descentralizados e autônomos são realizados para dar seguimento às articulações e reflexões críticas nos diferentes países e regiões. O último foi realizado no Canadá, em 2016.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]