Klaus Schwab lança, no Brasil, ‘Aplicando a Quarta Revolução Industrial’; obra aborda os efeitos da evolução digital e da inteligência artificial no trabalho e na produção

Klaus Martin Schwab (nascido em 30 de março de 1938) é um engenheiro e economista alemão, mais conhecido como o fundador e presidente executivo do Fórum Econômico Mundial. Sua esposa, Hilde, co-fundou com ele a Fundação Schwab para Empreendedorismo Social. Ele nasceu em 1938, em Ravensburg , na Alemanha.

Klaus Schwab: O Brasil está fazendo algumas mudanças necessárias, como tornar as leis trabalhistas mais flexíveis. Mas todo governo deveria fazer o máximo para estimular a inovação e o empreendedorismo. Isso significa flexibilizar o processo para que empreendedores montem empresas, criar um sistema tributário que permita ao empreendedor assumir riscos, e transformar a educação.

Klaus Schwab, criador do Fórum Econômico Mundial em 1971, evento central para os debates sobre políticas econômicas globais, antevê um mundo em que a China assumirá a liderança econômica e no qual o conceito de direita e esquerda está superado.

O engenheiro e economista alemão diz que o futuro dos países será definido pela educação tecnológica, paridade de gênero e inclusão social.

Klaus Schwab participa da edição latino-americano do Fórum, nesta quarta-feira (14/03/2018), e lança no país o livro ‘Aplicando a Quarta Revolução Industrial’. A obra aborda os efeitos da evolução digital no trabalho e na produção.

Síntese do livro ‘Aplicando a Quarta Revolução Industrial’

A nova revolução tecnológica está reformulando a economia global e as sociedades como um todo. Os sistemas que hoje aceitamos como certos, desde o modo como produzimos e transportamos bens e serviços até a forma como nos comunicamos, serão integralmente transformados. Há um chamado emergencial para que as lideranças, em todas as esferas sociais e econômicas, se capacitem para agir agora e de forma extraordinária, para gerenciar os riscos e as complexidades dessa mudança.

A responsabilidade é imensa, pois temos nas mãos uma janela de oportunidade para desenvolvermos as novas tecnologias de forma a impactarem positivamente o mundo. Este livro é uma síntese das perspectivas dos principais pensadores mundiais dos Conselhos do Futuro Global e da rede de Especialistas do Fórum Econômico Mundial, que tem por objetivo central empoderar as pessoas para que elas participem de diálogos estratégicos ligados às tecnologias emergentes em todas as comunidades, organizações e instituições. A presente edição inclui prefácios de Satya Nadella (CEO da Microsoft) e João Doria (Empresário e Prefeito de São Paulo).

“Este é um livro essencial para compreendermos o que alguns dos desafios cruciais da rápida mudança tecnológica representam para todos nós: garantir o bem-estar das sociedades, compreender os novos papéis dos governos e repensar o funcionamento da economia global no século XXI.”- Roberto Azevêdo, Diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Genebra

“Aplicando a Quarta Revolução Industrial lança luz sobre o que está em jogo para a sociedade e qual papel os líderes podem desempenhar para moldar o curso da história.”- Dr. Zhu Min, Presidente do Instituto Nacional de Pesquisa Financeira, República Popular da China

“A Quarta Revolução Industrial vem sendo profundamente vivenciada em todo o mundo. As observações especiais de cada novo capítulo deste livro, realizadas por algumas das melhores mentes da Comunidade do Fórum Econômico Mundial, mostram exatamente quais pontos devem ser abordados pelas lideranças.”- Luis Alberto Moreno, Presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Washington DC

*Com informações da Folha de São Paulo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]