Governador Rui Costa avalia que Lula é o melhor nome para unificar o país e retomar o crescimento nacional com inclusão social; confira vídeo

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e governador Rui Costa e ex-governador Jaques Wagner durante encontro em Salvador.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, governador Rui Costa e ex-governador Jaques Wagner durante encontro em Salvador.

Durante entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (15/03/2018) em Salvador, o governador Rui Costa comentou sobre encontro com o ex-presidente Lula, eleições 2018 e mudanças no secretariado estadual.

Ele afirmou que a pauta do debate das eleições de 2018 deve ser a retomada do desenvolvimento nacional com inclusão social e que é necessário ocorrer rápido investimento em educação, saúde e habitação.

“Espero que o ex-presidente Lula seja candidato. Lula foi testado durante oito anos na presidência da República e conseguiu unificar a sociedade, promovendo desenvolvimento econômico com inclusão social”, afirmou Rui Costa.

Sobre mudanças no secretariado do governo da Bahia, Rui Costa diz estar conversando com o senador Otto Alencar (PSD/BA) e que mudanças devem ocorrer para que membros do governo possam se candidatar. Mas destacou que a base parlamentar de apoio ao governo manterá representatividade.

Rui Costa concluiu a entrevista declarando ter expectativa positiva sobre o Fórum Social Mundial, realizado em Salvador. Na sequência, externou votos de pesar, lamentando a morte da vereadora Marielle Francisco da Silva (Marielle Franco, PSOL/RJ). Ele associou o assassinato da política comunista ao momento de violação de direitos civis observado no Governo Temer.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).