Feira de Santana: “as pessoas estão morrendo por falta de atendimento”, afirma vereador

Marcos Lima: o que foi prometido para Feira de Santana foi um novo hospital e é isso que estamos cobrando.

Marcos Lima: o que foi prometido para Feira de Santana foi um novo hospital e é isso que estamos cobrando.

Os problemas enfrentados pela população de Feira de Santana e município vizinhos ao buscarem atendimento médico na rede pública de saúde deste município foram destacados pelo vereador Marcos Lima (PRP) durante pronunciamento na tribuna da Casa Legislativa, nesta quarta-feira (07/03/2018). O edil cobrou ao governador do Estado, Rui Costa (PT), a construção do novo hospital regional, prometido durante campanha.

“As pessoas estão morrendo por falta de atendimento médico. A regulação não existe. As policlínicas não possuem estrutura para atender alta complexidade. O que foi prometido para Feira de Santana foi um novo hospital e é isso que estamos cobrando. Essas mortes não são culpa do secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, e nem do diretor do Hospital Geral Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira. A culpa é do não cumprimento da promessa do governador, que enganou o povo de Feira de Santana”, afirmou.

O vereador Isaías dos Santos (Isaías de Diogo, PSC), em aparte, parabenizou o colega pelo discurso. “Isso sim é oposição de responsabilidade. Não estamos questionando se estão fazendo um puxadinho ou puxadão. Estamos cobrando providências para salvar a vida do povo”, afirmou.

Para finalizar, Marcos Lima questionou se o governador Rui Costa virá pedir votos em Feira de Santana. “Queremos a construção do novo hospital regional na Região Norte de Feira de Santana. Quero ver o governador voltar para pedir voto em Feira de Santana”, concluiu.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]