Em três meses Hospital da Costa do Cacau se consolida como referência no Sul da Bahia

Fachada do Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus.

Fachada do Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus.

Mais de 5,2 mil atendimentos, 1.500 internações e um total de 14 mil procedimentos. Inaugurado em 15 de dezembro, pelo governador Rui Costa, o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, completa três meses nesta quinta-feira, com números que, segundo a Secretaria da Saúde do Estado, já o colocam como a principal unidade de atendimento da rede pública, da região Sul da Bahia.

“Tão relevante quanto a capacidade de atendimento, a eficiência e a qualidade na prestação de serviços, tem sido decisivo o reconhecimento da importância do HRCC por parte dos usuários”, avalia o diretor-geral do hospital, Hernani Vaz Krüger.

Do total de atendimentos, 1.200 foram procedimentos cirúrgicos, inclusive cirurgias cardíacas para a implantação de marcapassos, além de angioplastias e cateterismos, que pela primeira vez estão sendo realizados por uma unidade da rede pública, na região Sul.

Outro serviço oferecido pelo HRCC que vem fazendo a diferença para os usuários é o Centro de Diagnóstico de Imagem, que realizou 4.700 exames, dos quais angiorressonância, angiotomografia e ressonância magnética, que não eram ofertados, também foram implantados pioneiramente na rede pública regional.

“Conseguimos fazer as cirurgias em pessoas que esperaram até cinco anos para realizar alguns procedimentos nas especialidades cuja demanda não estava sendo atendida, cirurgia geral e ortopedia são alguns dos exemplos. Além disso, os usuários dispõem do serviço de apoio ao diagnóstico por imagem que garante qualidade e precisão dos resultados”, explica o diretor técnico, Cláudio Moura Costa.

O HRCC é uma unidade referência, exclusiva para atendimento de média e alta complexidade, urgência e emergência, com clínica médica, cirurgias gerais e atendimento em especialidades como cardiologia, ortopedia, traumatologia e neurologia, com 225 leitos internamentos, sendo 30 leitos exclusivos para UTI.

“O atendimento aqui é VIP. Esse hospital realmente foi feito para quem precisa. Eu mesma não teria condições de pagar pelo atendimento”, ressalta a aposentada Marinalva Soares dos Santos, residente em Itabuna. Ela chegou ao HRCC com forte dores no peito, diagnosticada com infarto agudo do miocárdio foi submetida a um cateterismo na última segunda-feira (12/03/2018), ela passa bem e recebeu alta ontem após avaliação médica.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]