Deputado pede que Governo não ignore caos na saúde pública do Sul do Estado da Bahia

Alan Sanches: o que temos visto é desumano e não pode continuar.

Alan Sanches: o que temos visto é desumano e não pode continuar.

O deputado estadual, Alan Sanches (DEM), após inúmeras denúncias de que a população de Ilhéus, cidade central que atende a grande parte da região Sul, “vive num verdadeiro sistema improvisado de guerra” na saúde pública, conclama ao Governo do Estado que não ignore a situação e tome as medidas cabíveis, de forma que o atendimento seja normalizado o quanto antes.

“Afinal, o que temos visto é desumano e não pode continuar. Em Ilheús, com o fechamento do Hospital Geral Luís Viana Filho (HGLVF) para reforma mesmo sob protestos, o Hospital São José, que também é maternidade, único que atende pelo SUS na cidade, não supre a demanda e o que se vê são pacientes ao chão nos corredores ou em salas úmidas, sem tratamento adequado, que engloba desde gestantes à mulheres que acabaram de parir com seus bebês recém-nascidos, bem como idosos e crianças em cadeiras ou em macas sem nenhuma segurança ou critério. É triste muito triste a atual realidade”, lamentou o parlamentar que é médico por formação, ressaltando ainda funcionários sobrecarregados.

Enquanto isso, ressalta Alan Sanches, o Hospital Regional Costa do Cacau, embora recém-inaugurado, já se assemelha as unidades deficientes geridas pelo executivo estadual. “Que além de ser de alta complexidade não atender a urgência e emergência, também não possui estrutura, com pacientes sentados ou deitados no chão à espera de atendimentos e falta profissionais, onde, conforme denúncia do próprio Sindmed, UTIs estavam sem funcionar e até mesmo ambulâncias. O pedido do povo é que o executivo estadual se sensibilize com todo esse sofrimento e não deixe que o problema se agrave e, consequentemente, ceife mais vidas”.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]