Coluna de Antônio José Larangeira de 13 de março de 2018

A Região Metropolitana de Feira de Santana, projeto do então deputado estadual Colbert Martins Filho, hoje vice-prefeito do município, poderá ter a sua implantação, com a ascensão deste, ao cargo de prefeito municipal.

A Região Metropolitana de Feira de Santana, projeto do então deputado estadual Colbert Martins Filho, hoje vice-prefeito do município, poderá ter a sua implantação, com a ascensão deste, ao cargo de prefeito municipal.

Pela primeira vez o Museu Parque do Saber realiza a Semana da Escola, capitaneado pelo Diretor de Difusão Científica da Fundação Egberto Tavares Costa, Basílio Fernandez.

Pela primeira vez o Museu Parque do Saber realiza a Semana da Escola, capitaneado pelo Diretor de Difusão Científica da Fundação Egberto Tavares Costa, Basílio Fernandez.

No filme ‘Pantera Negra’, em cartaz também em Feira de Santana, no Orient Cineplace, tem no elenco Nabiyah Be, atriz e cantora nascida em Salvador, que mora em Nova York.

No filme ‘Pantera Negra’, em cartaz também em Feira de Santana, no Orient Cineplace, tem no elenco Nabiyah Be, atriz e cantora nascida em Salvador, que mora em Nova York.

RMFS poderá ocorrer

A Região Metropolitana de Feira de Santana, que foi aprovada na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, através de legislação, há aproximadamente dez anos atrás, para inicialmente abranger 16 municípios e uma mega população, atualmente, estimada em mais de 1 milhão de habitantes, projeto do então deputado estadual Colbert Martins Filho, hoje vice-prefeito do município, poderá ter a sua implantação, com a ascensão deste, ao cargo de prefeito municipal, substituindo José Ronaldo de Carvalho, que deverá se desincompatibilizar para se candidatar provavelmente ao Senado nas próximas eleições. A Lei em questão define que a região inicialmente engloba seis municípios: Amélia Rodrigues, Conceição da Feira, Conceição do Jacuípe, Feira de Santana, São Gonçalo dos Campos e Tanquinho, anexando mais dez durante a segunda fase do projeto. Poderá, depois de um decênio engavetado ir à pauta.

Som controlado

Na próxima micareta, que acontecerá em Feira de Santana de 19 a 22 de abril de 2018, o som dos trios elétricos que irão ao sitio da folia será monitorado ao limite em 110 decibéis, com medição a cinco metros de distância e a uma altura de 1,5 metro. Não apenas os trios, mas também outros equipamentos montados ao longo do Circuito Maneca Ferreira terão suas emissões sonoras controladas, de acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O objetivo é preservar a saúde auditiva dos foliões. Haverá multa pesada para quem não obedecer.

Semiárido

A partir de hoje até dia dois de abril, a Universidade Estadual de Feira de Santana está com as inscrições abertas para 11ª Feira do Semiárido que tem como eixo temático ‘Políticas públicas e desenvolvimento territorial: temos sede de quê?’, que será realizada de 23 a 25 de maio. O público alvo são agricultores familiares; integrantes de Associações Comunitárias; Movimentos Sociais que discutem e estudam alternativas de convivência com o semiárido; Cooperativas, Associações e iniciativas da economia popular e solidária; incubadoras de iniciativas de economia popular e solidária; Organizações Não-Governamentais – ONGs; professores das Instituições de Ensino Superior da Bahia e da Educação Básica das Redes Pública e Privada; pesquisadores, extensionistas, técnicos, estudantes e gestores públicos .

A pantera baiana

No filme ‘Pantera Negra’, que está em cartaz pela quarta semana no país, mais precisamente Feira de Santana, no Orient Cineplace Boulevard, tem no elenco Nabiyah Be, atriz e cantora nascida em Salvador, que mora em Nova York. O filme marca sua estreia no cinema. (Com informações do crítico Dimas Oliveira).

No Parque do Saber

Pela primeira vez o Museu Parque do Saber realiza a Semana da Escola. O evento que está acontecendo desde domingo e irá até quinta-feira próxima e terá uma programação voltada à valorização de trabalhos produzidos por estudantes e professores da rede pública de ensino, além de promover maior aproximação entre os profissionais de educação com este espaço de cultura e ciência. Diretor de Difusão Científica da Fundação de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa, Basílio Fernandez, a intenção é continuar com o projeto no próximo ano. “Um dos objetivos do Parque do Saber é fomentar que mais escolas produzam e tenham onde apresentar seus trabalhos. Então, enquanto a gente dá uma vitrine para eles, mostramos também que as escolas estão ativas e produzindo principalmente no âmbito da ciência”, explica.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Assine o JGB

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Antonio José Larangeira
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: [email protected]