Senador Otto Alencar protesta contra corte de verbas do Governo Temer para a Bahia; parlamentar diz que políticos do MDB, PSDB e DEM trabalham contra o povo baiano

Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.

Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.

O senador Otto Alencar (PSD-BA) protestou nesta quarta-feira (21/02/2018) em Plenário das perdas que o estado da Bahia teve com o remanejamento orçamentário feito pela União. Ele afirmou que R$ 180 milhões em verbas deixaram de ser enviadas ao estado.

De acordo com Otto, as ações mais prejudicadas com o corte de recursos foram a compra de equipamentos para policlínicas de saúde, reestruturação dos hospitais universitários, compra de veículos para transporte escolar, apoio às instituições federais de ensino superior e à segurança pública.

O senador criticou o que chamou de “cortesia” do governo para resolver a segurança pública no Rio de Janeiro, enquanto as verbas para a Bahia são cortadas. Otto Alencar ainda sublinhou que somente estão sendo liberadas as emendas dos parlamentares que votaram a favor de Temer, derrubando as duas denúncias da Procuradoria-Geral da República contra o presidente, por corrupção e organização criminosa e obstrução da justiça.

— Presidente Michel Temer, não persiga os baianos, não. Basta o que o senhor já tem feito de ruim para o nosso país, para o Brasil. Basta a mácula de ter sido o presidente denunciado duas vezes pelo MP — afirmou Otto Alencar.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).